Fundo do Fielzão reduz os tributos

Fundo do Fielzão reduz os tributos

O Corinthians enviou para análise do BNDES a proposta de um fundo de investimento de capital fechado, em parceria com a Odebrecht, para obter o financiamento para o Fielzão. A troca, em relação à Sociedade de Propósito Específico (SPE), foi motivada por razões fiscais.

Dessa maneira, a incidência de Imposto de Renda ocorre no resgate das cotas, cessão para terceiros ou fim da carteira. No caso de uma SPE, além do IRPJ, a empresa pagaria CSLL, PIS e Cofins. Se o banco aceitar, a obra só dependerá das licenças.

Fonte: Lancenet

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • 650 mil mensais é a pedida de Jadson para voltar ao Corinthians

    Empresários de Jadson fazem pedida considerada surreal pela diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians chega ao máximo por valores de Drogba, que tem prazo para definição; veja detalhes sobre o caso

    [Teleco] Corinthians chega ao máximo por valores de Drogba, que tem prazo para definição; veja detalhes sobre o caso

    ver detalhes
  • Carille demonstra confiança no atual grupo do Corinthians

    Carille abre o jogo e fala sobre os principais rivais: 'Vamos bater de frente com todos'

    ver detalhes
  • Jô e Giovanni Augusto ajudam o Timão no primeiro desafio de 2017

    Corinthians encara o Vasco em duelo de estreia na Florida Cup

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes