Fundo do Fielzão reduz os tributos

Fundo do Fielzão reduz os tributos

O Corinthians enviou para análise do BNDES a proposta de um fundo de investimento de capital fechado, em parceria com a Odebrecht, para obter o financiamento para o Fielzão. A troca, em relação à Sociedade de Propósito Específico (SPE), foi motivada por razões fiscais.

Dessa maneira, a incidência de Imposto de Renda ocorre no resgate das cotas, cessão para terceiros ou fim da carteira. No caso de uma SPE, além do IRPJ, a empresa pagaria CSLL, PIS e Cofins. Se o banco aceitar, a obra só dependerá das licenças.

Fonte: Lancenet

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Guilherme Arana foi titular no último domingo, contra o Grêmio

    No embarque à Colômbia, Arana confirma 'mistão do Corinthians' e diz que será reserva

    ver detalhes
  • Publicação do Palmeiras sem o Corinthians como líder na ilustração

    Palmeiras exclui Corinthians em postagem sobre classificação do Brasileiro e vira piada na internet

    ver detalhes
  • Jadson e Jô ficam no Brasil e não viajam com o elenco

    Sem três titulares, Corinthians divulga relacionados para viagem à Colômbia

    ver detalhes
  • Rodrigo Figueiredo foi inscrito pelo Corinthians na Copa Sul-Americana

    Corinthians troca meia emprestado por jovem da base e atualiza lista da Sul-Americana

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes