Empresários estão apáticos quanto ao Fielzão

Empresários estão apáticos quanto ao Fielzão

O Presidente do Comitê Organizador Local da Copa de 2014, Ricardo Teixeira, discursou por cerca de meia hora em almoço-debate para cerca de 300 empresários sobre as oportunidades de negócio relativos ao Mundial.

No entanto, embora São Paulo ainda precise resolver o imbróglio relativo à ampliação do Fielzão, o estádio só foi lembrado em perguntas em tom pejorativo.

Ricardo Teixeira apresentou estimativa 112 bilhões de reais de investimento para 2014, a injeção de R$ 63,5 bilhões de renda por ano até o Mundial e R$ 18,1 bilhões a mais, só de tributos, para o cofre do governo brasileiro. Segundo Teixeira, o Brasil deve receber de 600 a 800 mil turistas.

O discurso moroso e sem entusiasmo de Teixeira só foi quebrado por piadas de João Dória Jr., representante do Grupo de Líderes Empresariais (LIDE), que ironizou as chances do Canindé servir à Copa. Além disso, José Carlos Ferreira Alves, dirigente do São Paulo, perguntou como é que o Estádio do Corinthians estaria aprovado se o projeto não é de conhecimento da Fifa. Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, chegou a comentar que a pergunta havia sido enviada pelo seu desafeto Juvenal Juivêncio.

O LIDE não permitiu que todas as perguntas da imprensa fossem respondidas sob a alegação de que Teixerira teria, ainda hoje, uma viagem à Zurique, na Suíça.

Fonte: lancenet

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes