Márcio se recupera de contusão e agradece ao Corinthians

Márcio se recupera de contusão e agradece ao Corinthians

Afastado dos gramados desde a oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o goleiro Márcio voltou aos treinos físicos e com bola na equipe do Grêmio Prudente. Na reta final de recuperação da cirurgia no joelho direito, o atleta contou sobre os momentos de maior dificuldade nos quase seis meses de reabilitação e agradeceu a estrutura cedida pelo Corinthians.

O arqueiro se lesionou no dia 15 de julho, no segundo tempo do empate por 1 a 1 com o Fluminense, no Maracanã. Dias depois Márcio foi diagnosticado com o rompimento do ligamento cruzado anterior do joelho direito e teve que ser operado. Faltando menos de um mês para terminar o ciclo de recuperação, estimado inicialmente para seis meses, Márcio contou o momento mais delicado.

"O momento mais difícil foi a lesão mesmo, aceitar que eu estava machucado, que teria que operar, ficar seis meses parado. Estava em um momento muito bom, ia dar um grande salto. Isso passou, conheci gente nova durante minha recuperação, se teve algo bom, foi isso", contou.

Márcio foi liberado pela direção do time para fazer sua recuperação em São Paulo, e ficar perto de seus familiares. O goleiro se tratou no Corinthians e agradeceu pelo tratamento recebido. "Foi totalmente importante, eles me abriram as portas para que eu ficasse mais perto da minha família. Como o time mudou de cidade, não tinha estrutura em Prudente. Pela estrutura do Corinthians foi mais rápido", contou o jogador, se referindo a transferência do Grêmio de Barueri para Prudente.

O atleta contou que ainda não está 100% e que pretende seguir o cronograma da recuperação, ficando fora até dos cinco primeiro jogos do Paulistão. Apesar de estar treinando normal e não sentir mais dores, o goleiro está adotando cautela.

"Já estou treinando normal, mas tem que dar os seis meses. Há cinco anos tive a mesma lesão, então não querem que eu volte antes, posso ter lesão muscular ou no próprio joelho. O Prognostico é de seis meses e quero voltar em seis meses. Mas se eu tiver bem e disserem que posso jogar seguramente, jogo desde o início da competição", finalizou.

Fonte: Justiça Desportiva

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes