Chicão diz não se lembrar de Wallace, mas aprova chegada de novo zagueiro

Chicão diz não se lembrar de Wallace, mas aprova chegada de novo zagueiro

Três anos depois de chegar ao Corinthians, Chicão tem pela primeira vez a dúvida de quem será o titular da zaga corintiana ao seu lado. Com William aposentado, há pelo menos três candidatos, um inclusive recém chegado, Wallace, que veio do Vitória, único contratado pelo clube até agora. Paulo André e Leandro Castán são as outras opções. Chicão admite que não conhece muito bem o reforço corintiano, mas garante que todos terão iguais condições de conquistar a vaga.

“Vou ser sincero. Não acompanhei muito os jogos do Vitória no Brasileiro e não lembro de ter visto o Wallace jogar. Mas se a diretoria achou que deveria contratá-lo é porque ele tem qualidade”, disse Chicão, ao iG, por telefone. “Ele vai ter todo o apoio e a confiança do grupo para buscar o espaço dele. Vai ser uma competição sadia, boa para o time”, avaliou.

O zagueiro prefere não arriscar quem será seu parceiro de defesa em 2011. Ao lado de William ele formou uma das melhores zagas do país entre 2008 e 2010 e sabe que o time não terá muito tempo para se entrosar antes dos compromissos da próxima temporada.

“Logo nos primeiros treinos o Tite já deve sinalizar o que pretende fazer. Não temos muito tempo. A estreia no Paulista é daqui um mês praticamente (dia 16 de janeiro, contra a Portuguesa) e depois já tem a pré-Libertadores. Vamos ter de nos adaptar o mais rápido possível”, disse Chicão. O adversário do Corinthians ainda está indefinido, mas virá da Colômbia. O primeiro jogo, no Pacaembu, deve acontecer no dia 26.

Paulo André, que ficou fora da reta final do Brasileiro por conta de uma artroscopia realizada no joelho esquerdo, foi o reserva imediato tanto de Chicão como de William em 2010. Ao lado de Chicão, Paulo André foi titular de cinco jogos na temporada. Foram três vitórias e duas derrotas. Em 15 jogos no Brasileiro, recebeu sete amarelos e um vermelho

Castán foi titular ao lado de Chicão em apenas um jogo no ano, um amistoso contra o Comercial-MS durante a Copa do Mundo. Canhoto como William, o jogador levaria vantagem na disputa por este quesito. Nas 12 partidas em que atuou, Castán recebeu dois amarelos e um vermelho.

Chicão diz não se lembrar de Wallace, mas aprova chegada de novo zagueiro

Fonte: Ig

Enviado por: Matheus Rodrigues

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes