Veja análise da Final do Mundial de 2000

Veja análise da Final do Mundial de 2000

Na verdade quem comemora são os corinthianos.

Escolhido por muitos como o título mais importante da nossa história, ele completou neste dia 14 de janeiro 11 anos.

Esse, que foi o primeiro mundial administrado pela FIFA, teve algumas atitudes polêmicas. O indicado da CONMEBOL foi o Vasco da Gama, campeão da Libertadores em 98, sendo que no meio de 1999 já haveria um novo campeão da Libertadores, no caso o Palmeiras. O Corinthians foi indicado pela CBF por ser o campeão do Brasileiro de 98, coincidentemente foi também o campeão em 99.

Nenhum rival por inveja apaga este gostinho especial de ser o primeiro campeão deste torneio. Ganhamos do Raja Casablanca por 2 x 0, empatamos com o Real Madrid, apesar de um erro do árbitro, por 2 x 2 e vencemos o Al Naser por 2 x 0.

Vasco fez a final contra nós.

A final do Campeonato Mundial de Clubes da FIFA 2000 foi disputado no dia 14 de Janeiro de 2000, no Maracanã – Rio de Janeiro.

Os dois times apresentavam elencos cheio de craques. O Vasco tinha Romário, Edmundo, Donizete “Pantera”, Viola entre outros. O Corinthians apresentava Rincón, Vampeta, Marcelinho, Ricardinho e, o melhor jogador daquela partida, Edilson.

A partida foi muito fechada.

O Corinthians pouco explorava o Kléber no seu lado esquerdo, acionando mais o Índio. As principais jogadas ofensivas saíam dos pés de Edilson, com seus dribles e sua grande velocidade. Marcelinho Carioca pouco participou do jogo quando ficou preso no flanco direito e não fez nada produtivo quando teve liberdade para se movimentar pelo meio.

O Vasco pouco atacou, Romário pouco participou.

Resumindo, jogo ruim.

Prorrogação com algumas substituições e… nada!

A partida foi para as penalidades. Romário e Rincón, 1 x 1. Alex Oliveira e Fernando Baiano, 2 x 2. Dida defende pênalty de Gilberto e Luizão converte com muita maestria, 2 x 3. Viola não desperdiça e Edu, com muita comemoração, faz 3×4. Marcelinho, ídolo inquestionável da torcida do Parque São Jorge, perde seu pênalty (como de costume…).

A ressureição do Vasco estava nos pés de Edmundo. Ele desperdiça, jogando pra fora no canto esquerdo de Dida.

Corinthians sagra-se campeão depois de uma partida esquecível mas com um título inesquecível para a torcida e para o futebol.

Fonte: Mundo do Futebol

Enviado por: Victor Palandi

Veja Mais:

  • Cássio foi presenteado por Dona Lina no encontro dos dois no CT Joaquim Grava

    Com presente guardado há cinco anos, corinthiana de 87 anos realiza sonho de conhecer Cássio

    ver detalhes
  • Felipe, Malcom e Gil foram vendidos pelo Corinthians em 2016

    Venda de atletas e luvas da TV fazem Corinthians ter maior arrecadação da história em 2016

    ver detalhes
  • Diga xis! Confira o novo álbum 3x4 do elenco do Corinthians

    Diga xis! Confira o novo álbum 3x4 do elenco do Corinthians

    ver detalhes
  • Danilo treinou com bola no campo; meia é preparado para o Brasileirão

    Danilo trabalha com bola e fica perto da volta; veja o que rolou no dia do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes