Ronaldo inicia último ano da carreira profissional em busca do gol nº 500

Ronaldo inicia último ano da carreira profissional em busca do gol nº 500

Ronaldo começa neste domingo o último ano de sua carreira. Será a estreia do Corinthians no Paulistão, em duelo contra a Portuguesa, no Pacaembu, às 17h (que terá transmissão em tempo real pelo LNET!). E o que motiva o jogador, que foi eleito três vezes o melhor do mundo, supercampeão por clubes europeus e Seleção Brasileira e maior artilheiro das Copas? Além de títulos, uma meta que estimula o que sempre soube fazer de melhor: chegar aos 500 gols na carreira.

Com 471 gols como profissional, faltam 29 para alcançar o número que grandes goleadores do futebol brasileiro atingiram. Para isso, terá de
superar o desempenho dos anos anteriores com a camisa do Corinthians. Em 2009, quando conquistou Paulistão e Copa do Brasil, fez 23 gols em 38 jogos. Já no ano passado, foram apenas 12 em 27 jogos.

As pretensões eram maiores, mas foram prejudicadas por constantes lesões e dores musculares. Ronaldo chegou a afirmar publicamente que pretendia fazer 30 gols por temporada. O "fracasso" anterior o fez guardar o objetivo para si agora:

– Sempre projeto coisas difíceis, mas este ano não vou fazer publicamente. Espero que este ano seja um ano de lesões normais de futebol.

A última vez em que ele superou a marca dos 30 gols foi em 2004, por Real Madrid (ESP) e Seleção Brasileira. Foram 35 gols em 61 jogos.Parte da temporada foi coroada com a artilharia do Campeonato Espanhol de 2003/2004. Chegar aos 500 gols seria apenas mais uma vitória de uma carreira para se orgulhar.

Programação especial para evitar lesões

O que pode prejudicar Ronaldo a fazer 29 gols nesta temporada é a programação do departamento médico e da comissão técnica em relação à sua participação. Com receio de novas e graves lesões musculares, o Fenômeno não fará grandes sequências de jogos.

No ano passado, ele chegou a ficar 112 dias parado tratando de uma lesão muscular na panturrilha direita. O próprio atacante, no fim de 2010, mostrou preocupação com esta condição. Em sua visão, o time sentia muito quando estava ausente, algo que prevê acontecer em diversos jogos neste ano.

Por isso, ele mesmo insiste com a diretoria para trazer um atacante experiente para o seu lugar. O clube tentou Adriano e, agora, quer Luis Fabiano. Ronaldo segue com a ideia de ser poupado sempre sentir dores musculares. Tudo para não encurtar a carreira.

Gols marcantes de Ronaldo na carreira

Santos 1 x 3 Corinthians
Na final do Paulistão-09, no dia 26 de abril, o Fenômeno marcou dois gols na Vila Belmiro. O segundo, uma pintura. Ele recebeu passe de Elias, fintou Triguinho e tocou por cobertura, com o pé esquerdo, sem chances para o goleiro Fábio Costa.

Palmeiras 1 x 1 Corinthians
No segundo jogo após o retorno aos gramados, ele marcou de cabeça, aos 47 minutos do segundo tempo, o gol de empate com o arquirrival, no dia 8 de março de 2009, em Presidente Prudente. Fenômeno de volta!

Brasil 2 x 0 Alemanha
Na decisão da Copa da Coreia e do Japão, em 2002, Ronaldo foi o principal nome. Fez os dois gols e garantiu o Penta!

Brasil 3 x 0 Gana
Com o gol nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, o atacante tornou-se o maior artilheiro da História das Copas, com 15 gols ao todo.

Barcelona 5 x 2 Compostela
Pelo Espanhol, em 1996, ele arrancou do meio de campo, levou seis marcadores e bateu no canto, na saída do goleiro. Golaço!

Brasileiros que passaram dos 500 gols

Pelé
Tricampeão do mundo com a Seleção Brasileira (1958, 1962 e 1970) e maior jogador profissional de todos os tempos, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, marcou 1.284 gols ao longo da carreira. Além do poderoso Santos da década de 60, ele defendeu o New York Cosmos (EUA) ao lado do alemão Beckenbauer.

Romário
Herói do tetra na Copa de 1994 e eleito o melhor do mundo no mesmo ano, o Baixinho contabiliza 1.003 gols na sua trajetória. O milésimo gol foi atingido em maio de 2007, em cobrança de pênalti contra o Sport, em São Januário, pelo Brasileiro. A contagem de Romário é contestada, pois marcou em jogos-treino contra equipes amadoras.

Zico
Maior goleador do Flamengo em todos os tempos, o Galinho de Quintino acumulou 826 gols ao defender Udinese (ITA), Kashima Antlers (JAP), além do clube da Gávea. Além disso, ele foi quem mais vezes balançou as redes do Maracanã – 333 vezes. Defendeu a Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 1978, 1982 e 1986.

Roberto Dinamite
Maior artilheiro da história do Campeonato Brasileiro mesmo depois da unificação de títulos, com 190 gols, o ex-camisa 10 do Vasco se aposentou com 778 gols marcados. Além do clube da Colina, o atacante passou por Barcelona (ESP), Portuguesa e Campo Grande-RJ. Disputou as Copas de 1978, na Argentina, e 1982, na Espanha.

OS GOLS NA CARREIRA DE RONALDO

CRUZEIRO

58 JOGOS
57 GOLS

PSV EINDHOVEN (HOL)

71 JOGOS
66 GOLS

BARCELONA (ESP)

51 JOGOS
48 GOLS

INTERNAZIONALE DE MILÃO (ITA)

90 JOGOS
69 GOLS

REAL MADRID (ESP)

163 JOGOS
114 GOLS

MILAN (ITA)

20 JOGOS
9 GOLS

CORINTHIANS

65 JOGOS
35 GOLS

SELEÇÃO BRASILEIRA

112 JOGOS
73 GOLS

Ronaldo inicia último ano da carreira profissional em busca do gol nº 500

Enviado por: Manko

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Pelada registrada no Amapá, onde Caio presenciou o tradicional 'futilama'

    Do Amapá à Antártida: torcedor do Corinthians, fotógrafo percorre o mundo em busca de peladas

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes