Lédio Carmona: "Empate em Bragança Paulista foi bom para todo mundo"

Lédio Carmona: "Empate em Bragança Paulista foi bom para todo mundo"

Mais um jogo inútil entre tantos outros que teremos por todos os Estaduais. O empate final não quer dizer muita coisa. Na verdade, até mostra o óbvio: foi bom para todos. Soma-se mais um pontinho e a vida segue, sem nenhum atropelo. Até porque pelos planos de Tite a meta era alcançar 9 nas quatro primeiras rodadas. Já são 4 (vitória sobre a Portuguesa na estreia) e as duas próximas partidas em casa (Noroeste e Mogi Mirim) devem levar o time aos 10. E até a sétima , quando o Corinthians terá o primeiro clássico pela frente (Palmeiras), a classificação para as quartas de final já deve estar mais do que encaminhada, mesmo com a necessidade de dividir forças com a prioritária (e necessária) Libertadores.

Em campo, Bragantino melhor no primeiro tempo. Três zagueiros bem postados (e enormes), dois volantes e ousadia de Marcelo Veiga ao liberar os alas (Julio Cesar e Nêgo). Rodriguinho se mexia bem pelo meio, com auxílio de Marcelinho. E assim, mesmo diante dos três volantes do Corinthians, Julio Cesar foi à linha de fundo e cruzou. Chicão se enrolou e fez contra. 16 minutos, Braga 1 x 0. E poderia ser mais, se o assistente não tivesse enxergado impedimento absurdo num lance no qual Rodriguinho acabaria dentro do gol. O lance parece despertado o Corinthians. E o jogo mudou um pouco de cara. Nada excepcional, ou substancial, mas suficiente para estancar a pressão do Braga.

Tite soltou os laterais. Foi lindissimo um passe de peito de Roberto Carlos ainda no primeiro tempo. O veterano lateral continua jogando muito. Jorge Henrique passou a trocar de posição com Dentinho. Bruno Cesar se movimentou mais. E, melhor das iniciativas, Jucilei avançou mais. Virou organizador. E fez passe perfeito para Moacir cruzar com ainda mais perfeição para a cabeçada de Jorge Henrique. 38 minutos do primeiro tempo: 1 a 1.

No segundo tempo, bateu o cansaço nos dois lados. E, mesmo com o Corinthians melhor, faltou penetração. Bruno Cesar não jogou o que sabe. Faltou Ronaldo. E também mais cérebro no meio. Do outro lado, o Bragantino não teva a ousadia que um dono de casa necessitava na etapa final. Por tudo isso, foi bom para todos. E óbvio. 1 x 1. Chato e pontual. Vida que segue, até porque ainda faltam 17 rodadas.

Lédio Carmona: "Empate em Bragança Paulista foi bom para todo mundo"

Enviado por: Gabriel Silva

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes