Análise da eliminação corinthiana

Análise sobre a eliminação precoce do Corinthians na Libertadores

Tinha tudo para ir aos grupos da Libertadores. Bastava vencer o Goiás…

Corte errado do Julio César e gol dos rebaixados. Dentinho ainda empatou para o Corinthians. 1 x 1 e o clube alvinegro disputaria a Pré-Libertadores.

Tolima era o adversário. O salário do Ronaldo paga 3 meses da folha salarial do time inteiro deles.

O Timão foi jogar no Pacaembu com expectativa de vitória larga. E não foi. O placar final foi 0 x 0 e um jogo feio, onde a gente teria que decidir fora de casa.

Roberto Carlos ainda completara: “Se o Tolima for favorito, eu nem viajo”

Depois que ele pegou o vôo disseram pra ele que o time adversário era favorito e, para cumprir o prometido, ele fingiu uma contusão. Fingiu porque o Tite não queria escalá-lo, assim como fez com o Bruno César.

Sem Roberto Carlos e sem Bruno César, o Corinthians entrou em campo com 3 volantes e o Fábio Santos na lateral. Ficamos sem criatividade nenhuma no meio-campo e o nosso lateral esquerdo não apoiava e não marcava. Um tremendo desastre!

Por sorte passamos o primeiro tempo sem sofrer gols.

Seria melhor se tivéssemos tomado logo, ao menos o time teria mais tempo para reagir pois aos 20 minutos do segundo tempo, o jogador do Tolima saiu nas costas da defesa (Maldita linha burra) e tocou na saída do Julio César.

Pressionado, o Tite tirou o Dentinho e o Paulinho para a entrada de Danilo e Cachito. Ah, Ramírez! Nem 5 minutos depois, ele cotovelou o jogador adversário e foi expulso. Um sulamericano caindo na catimba de outro sulamericano? Sim.

Com 1 a menos e sem esboçar reação, o time da casa ainda teria tempo para ampliar o placar e humilhar o Corinthians.

Neste momento eu não sabia se eu ria da falta de coragem do Tite em entrar com 3 volantes e do time que parecia jogar sem vontade, ou se eu chorava por passar mais um ano sem lutar por este título tão cobiçado.

É uma pena… Eu demitiria o Tite no vestiário e mandava todo mundo embora. Perder por perder, é melhor perder com uma folha salarial mais baixa, aliás, o time inteiro do Tolima ganha 3 vezes menos que o Ronaldo e passou por cima de nós sem dó nem piedade, para quê pagar uma fortuna por jogadores que não tem raça e são displicentes? Gastar uma fortuna em jogadores que nem sequer marcam gol no Tolima?

Nós não queremos estrelas, nós queremos guerreiros. (Gaviões da Fiel)

Mesmo com tudo isso, o Corinthians é a minha vida, minha história, meu amor…

Fonte: Mundo do Futebol

Enviado por: Victor Palandi

Análise da eliminação corinthiana Análise da eliminação corinthiana 0

Veja Mais:

  • Jadson pode ser o primeiro grande reforço do Timão em 2017

    [Marco Bello] Jadson pode ser o primeiro grande reforço do Timão em 2017

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade tem buscado diminuir dívidas do Corinthians a longo prazo

    Corinthians abre números, mostra dívidas diminuírem e tem lucro parcial em 2016

    ver detalhes
  • De volta ao Timão, Marciel deve enfrentar Botafogo neste sábado

    Sem Cássio, Carille surpreende e promove duas mudanças no time para pegar Botafogo

    ver detalhes
  • Carille terá 22 jogadores à disposição neste sábado contra o Botafogo

    Com só dois meias, Carille relaciona 22 jogadores contra o Botafogo

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes