Fim do sonho, início da luta

Fim do sonho, início da luta

O Corinthians pagou caro pelo empate em 0 a 0 em casa na primeira partida do confronto com o Tolima pela primeira fase da Copa Libertadores 2011 e nesta quarta-feira deu adeus ao sonho de conquistar a competição continental ao ser derrotado por 2 a 0 em Ibagué, na Colômbia. Já o Grêmio garantiu vaga na fase de grupos com a vitória por 3 a 1, sobre o Liverpool, do Uruguai, depois de um breve susto no Olímpico.

O Tricolor Gaúcho agora faz parte do Grupo 2 da Libertadores, ao lado de Junior Barranquilla, da Colômbia, Oriente Petrolero, da Bolívia, e León, do Peru. O próximo desafio do Grêmio será no dia 17 de fevereiro, às 19h45, contra o time boliviano.

O Corinthians não conseguiu se encontrar no estádio Manuel Murillo Toro e foi totalmente dominado pelo Tolima em campo. O placar de 2 a 0 refletiu a vantagem imposta pelos donos da casa desde o início da partida. Apostando na velocidade e controlando bem a bola, o time colombiano assustou em diversas oportunidades e expôs a falta de um jogador que articulasse as jogadas da equipe brasileira na primeira etapa.

Na volta do intervalo o Corinthians pareceu renovado. Com Ronaldo mais bem posicionado, a equipe produziu mais no início da segunda etapa do que nos primeiros 45 minutos de jogo. Mas o bom momento do Timão não foi recompensado e quem chegou ao gol foi o Tolima, abrindo o placar aos 21 minutos com Danny Santoya e complicando a situação dos brasileiros.

O gol desestabilizou o Corinthians e Luis Ramírez foi expulso poucos minutos após entrar no time. Com um jogador a mais, o Tolima aproveitou e Wilder Medina aumentou a vantagem colombiana, tornando impossível a missão do Corinthians. Fim do sonho da Libertadores para o Timão.

No Olímpico, os cerca de 35 mil torcedores chegaram a levar um susto, mas no fim viram brilhar a estrela de Vinícius Pacheco, que entrou no decorrer da partida e marcou duas vezes para garantir a classificação à fase de grupos. Ainda assistiram à ressurreição de André Lima, que perdeu uma chance incrível na cara do gol mas se redimiu e deixou sua marca, completando o placar.

Foi aos 16 minutos: Lúcio foi à linha de fundo e tocou para André Lima no meio, tirando da jogada o goleiro Castro. Mas mesmo livre e com o gol adversário aberto, o atacante tricolor mandou para fora, para depois lamentar o lance abraçado à trave. Nem o autor do passe, nem os espectadores pareciam acreditar no que havia acontecido.

A história parecia caminhar para uma tragédia quando, aos 34 minutos, o atacante Alfaro recebeu um passe primoroso e bateu firme para estufar as redes de Victor, fazendo 1 a 0 para o Liverpool.

Caberia ao mesmo André Lima que havia deixa incrédula a torcida gremista levar o time ao empate. Aos 37 minutos, ele se redimiu ao subir mais que a zaga uruguaia e aproveitar a cobrança de falta de Fábio Rochemback, fazendo 1 a 1.

No segundo tempo, brilhou a estrela de Vinícius Pacheco. Aos 12 minutos, o meia, que fazia seu segundo jogo pelo Grêmio, tabelou com Rochemback e tocou por cima do goleiro Castro para virar a partida. Pacheco repetiu a dose ao ficar com a sobra depois de uma cobrança de escanteio, aos 28 minutos. Golaço e classificação garantida.

Fonte: FIFA

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes