A trajetória de Ronaldo, o "Fenômeno"

A trajetória de Ronaldo, o "Fenômeno"

A princípio, o interesse do Corinthians na contratação de Ronaldo foi tratado como algo impossível no Parque São Jorge. Em uma reunião para falar sobre a permanência do atacante Morais na equipe corintiana, também empresariado por Fabiano Farah, o assunto Fenômeno surgiu na pauta. Após vários dias treinando na Gávea e sem receber nenhum projeto para ficar no clube, Ronaldo acertou a sua volta ao Brasil depois de 14 anos pelo Corinthians. Em 9 de dezembro de 2008, o anuncio da contratação do Fenômeno foi feito pelo presidente corintiano Andrés Sanchez através do site oficial do clube. Em 12 de dezembro, a diretoria organizou uma festa pela chegada do jogador no clube com a presença de torcedores no Estádio Alfredo Schürig. Ronaldo assinou oficialmente o contrato em 17 de dezembro.[33] O atacante receberia o valor fixo de R$400 mil mais valor no patrocínio da camisa do clube, onde 20% seriam do patrocinador principal e 80% de manga e calção.

Durante os primeiros dois meses no Corinthians, Ronaldo realizou trabalhos físicos para que pudesse ter condições para retornar aos gramados. Aos poucos, o jogador começou a treinar junto aos demais atletas do elenco corintiano e aumentavam as expectativas para sua reestreia no futebol brasileiro.

No dia 4 de março de 2009, Ronaldo fez seu retorno ao futebol em partida contra o Itumbiara pela Copa do Brasil. O jogador, que começou o jogo entre os reservas, jogou por vinte e sete minutos durante o segundo tempo.

Contra o Itumbiara na Copa do Brasil de 2009, Ronaldo entrou aos 32 min. do 2º tempo e fez sua estreia pelo Timão.

Na partida seguinte, no clássico contra o Palmeiras, em 8 de março de 2009, pelo Campeonato Paulista o técnico Mano Menezes novamente deixou Ronaldo entre os reservas e o colocou durante o segundo tempo. E aos 47min do segundo tempo, o "Fenômeno" marcou seu primeiro gol como jogador do Corinthians (de cabeça, após cobrança de escanteio realizada por Douglas), gol este que assegurou o empate contra a equipe palmeirense. O gol foi assunto em vários portais de notícias em todo o mundo. Três dias depois, em sua terceira partida após seu retorno ao futebol, contra o São Caetano, Ronaldo foi escalado pela primeira vez como titular. Além de jogar durante mais de 80 minutos, o atacante marcou o gol da vitória corintiana.

Na campanha do Corinthians no Campeonato Paulista, Ronaldo mostrou-se um dos principais jogadores da equipe, mesmo muito acima do seu peso ideal, tendo marcado oito gols em dez partidas que disputou, e novamente chamou a atenção internacional por suas atuações destacadas, especialmente na segunda partida da semifinal contra o São Paulo e na primeira partida da decisão contra o Santos.

Jogando com a camisa do Corinthians, Ronaldo foi campeão logo nos dois primeiros campeonatos que disputou: Campeonato Paulista 2009 e Copa do Brasil 2009. Além dos resultados esportivos, a parceria entre Ronaldo/Corinthians rendeu também fora de campo onde o valor de patrocínio do clube chegou a R$30 milhões de reais, maior valor pago a um clube brasileiro. Apesar de toda repercussão, o "Fenômeno" segue acima do peso e fora de sua melhor forma.

Após a desclassificação precoce na pré-libertadores de 2011 (um fato até então inédito entre os clubes brasileiros), e após ter sido quase agredido pela torcida corinthiana em 5 de fevereiro de 2011, Ronaldo decidiu anunciar a sua aposentadoria em 13 de fevereiro de 2011. Ele tinha sido nomeado capitão do clube, mas sua camiseta já estava bem desvalorizada custando cerca de 33% do valor das outras camisetas do clube que não possuem número.

A trajetória de Ronaldo, o "Fenômeno"

Fonte: Aqui é Corinthians

Enviado por: Aqui é Corinthians

A trajetória de Ronaldo, o "Fenômeno" A trajetória de Ronaldo, o "Fenômeno" 0

Veja Mais:

  • Romero comemora gol e fim da zica na Arena Corinthians

    Corinthians vence Cruzeiro e leva vantagem para Minas Gerais

    ver detalhes
  • Cerca de 18 mil torcedores assistiram ao duelo entre Corinthians e Cruzeiro

    Mesmo em decisão, Corinthians registra menor público da história da Arena

    ver detalhes
  • Romero marcou dois gols na goleada corinthiana sobre o Flamengo

    Com fim de jejum, Romero iguala marca de Guerrero na Arena

    ver detalhes
  • Telão da Arena Corinthians exibiu mensagem após vitória

    Telão da Arena Corinthians publica mensagem após vitória contra o Cruzeiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes