Polícia mineira prende três suspeitos de matar William Morais

Polícia mineira prende três suspeitos de matar William Morais

Por Meu Timão

A Polícia Civil de Minas Gerais indiciou, nesta terça-feira, três suspeitos de assassinar o jovem jogador William Morais, que estava no América-MG emprestado pelo Corinthians. O crime designado foi de latrocínio, que consiste em roubo seguido de morte.

De acordo com informações da polícia, o trio já está preso no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional de São Cristóvão, localizada na região noroeste de Belo Horizonte. O inquérito foi finalizado e já foi encaminhado ao Ministério Púbico do Estado.

As autoridades chegaram a um dos envolvidos, que confessou o crime e entregou os dois comparsas. O revólver calibre 32, que foi utilizado na discussão com William, foi encontrado na casa do meliante.

William Morais - que disputou alguns jogos pelo Timão no Campeonato Brasileiro de 2010 - foi morto após, supostamente, reagir a um assalto no domingo retrasado (dia 6 de fevereiro), quando saía de uma festa. Segundo testemunhas, os criminosos tentaram roubar a corrente de ouro do atleta, que tentou disparar com seu carro e acabou tomando um tiro nas costas.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Corinthians/Americana pode não voltar a quadra no segundo semestre

    Campeão nacional, Corinthians/Americana chega ao fim, diz jornal

    ver detalhes
  • De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    De promessa a dispensado: ex-Corinthians, Cassini comunica saída da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Cicinho, hoje no futebol búlgaro, deve pintar como reforço do Corinthians

    Final da Copa da Bulgária separa Corinthians de segunda contratação para o Brasileirão-2017

    ver detalhes
  • Pequeno torcedor conheceu também o xeque Al-Khelaifi, dono do clube francês

    Em Paris, torcedor-mirim surpreende xeique do PSG e pede contratação de atacante do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes