Julgamento de Jorge Henrique no TJD/SP será na segunda, dia 21

Julgamento de Jorge Henrique no TJD/SP será na segunda, dia 21

Depois de Paulinho, o Corinthians tem mais um jogador a defender no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP). Expulso no último domingo diante do Mirassol, o atacante Jorge Henrique foi denunciado e será julgado na próxima segunda-feira, dia 21 de março, em sessão às 18h, sob a acusação de ter praticado uma jogada violenta, que pode lhe render até seis jogos de suspensão no Campeonato Paulista.

Na partida em Mirassol, contra o time da casa, o Corinthians não teve nenhuma facilidade. E aos cinco minutos do segundo tempo, poucos minutos depois de o Alvinegro chegar ao empate por 1 a 1, a missão se tornou ainda mais difícil. O árbitro Flávio Rodrigues Guerra mostrou o segundo amarelo para Jorge Henrique e expulsou o atacante.

Na súmula, a expulsão do jogador foi relatada da seguinte forma: “Expulso por ter atingido seu adversário de numero 7, Esley Leite do Nascimento, com uma solada na perna direita na disputa de bola. O atleta atingido recebeu atendimento e prosseguiu na partida”. O primeiro amarelo, e único de todo o jogo, saiu aos seis minutos de jogo, por conta de calço em um adversário.

Jorge Henrique responderá a acusação de “praticar jogada violenta”, como prevê o artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, no qual a pena é de uma a seis partidas de suspensão. Antes do julgamento, o atacante não entra em campo contra o Americana, no domingo, dia 20, quando cumprirá a suspensão automática.

Caso pegue a pena mínima na próxima segunda no TJD/SP, Jorge Henrique estará liberado para jogar. Em caso de duas ou mais partidas de gancho, o jogador corintiano passa a desfalcar o time comandado por Tite, reduzida a automática cumprida.

Clube será julgado por atraso:

Na derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, no Pacaembu, no último dia 9, pela 12ª rodada, o Corinthians somou atrasos no início do jogo e na volta do intervalo. A partida começava às 21h50, mas os jogadores só entraram em campo 21h46, ou seja, com quatro de atraso. E na volta para o segundo tempo o árbitro Philippe Lombard relatou mais um minuto de atraso. A punição pode chegar a R$ 1 mil de multa por cada minuto atrasado.

O Corinthians será julgado no artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por "dar causa ao atraso do início da realização de partida [...] ou deixar de apresentar a sua equipe em campo até a hora marcada para o início ou reinício da partida", combinado com o artigo 30, § 2°, do Regulamento Geral das Competições, onde cita que os clubes devem entrar com no mínimo oito minutos de antecedência do horário marcado para o início do jogo, e retornar a campo no máximo dois minutos antes do horário de reinício.

Fonte: Justiça Desportiva

Enviado por: Will2S

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes