Segundo a o site Máquina do Esportes, o contrato do Timão com a Globo foi de R$80 milhões

Segundo a o site Máquina do Esportes, o contrato do Timão com a Globo foi de R$80 milhões

Por Meu Timão

O Corinthians acaba de anunciar um acerto com a Rede Globo para a transmissão de seus jogos no Campeonato Brasileiro entre os anos de 2012 e 2015 para TV aberta, TV fechada, pay-per-view e internet. Os valores do acordo são mantidos em sigilo pela emissora e pelo clube mas, segundo a Máquina do Esporte apurou, ele gira em torno de R$ 80 milhões ao ano.

Oficialmente, em seu site, o clube afirma que o acerto com a Globo representa mais do que o faturamento total corintiano em 2007, quando a atual diretoria assumiu o cargo no segundo semestre. Naquele ano, o Corinthians faturou R$ 67 milhões.

O acerto corintiano com a Globo representa o mais duro golpe até agora na tentativa da TV Record de conseguir a transmissão do futebol a partir do ano que vem. Na semana passada, a emissora paulista divulgou oferta de R$ 100 milhões para exibir as partidas do Corinthians na TV aberta. A intenção, conforme revelou a Máquina do Esporte era pressionar tanto o clube paulista quanto os demais integrantes do Clube dos 13 a abrirem negociação com a rede do bispo evangélico Edir Macedo.

Na nota oficial divulgada pelo Corinthians, a proposta da Record foi considerada inviável legalmente pelo clube: "Esclarece-se que a proposta pública feita pela TV Record exige do Corinthians algo que, segundo a lei vigente, o clube não tem o direito de comercializar. De acordo com o artigo 42 da Lei no. 9.615/98, a chamada Lei Pelé, aos clubes pertence o direito de negociar a transmissão de determinada partida. Assim, o Corinthians, isoladamente, não tem poderes para comercializar seus 19 jogos como mandante, conforme proposto pela TV Record", diz a nota.

Agora, segundo fontes da Record ouvidas pela reportagem, a emissora se apoia no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) para conseguir impedir na Justiça o acordo do Corinthians com a Globo. Com a oferta pública de R$ 100 milhões, a expectativa é conseguir fazer com que o órgão exija que o clube assine com a emissora que fez a oferta de maior valor.

O acerto corintiano deve fazer com que a Record deixe de fazer sua investida para adquirir os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. A intenção da emissora era exibir partidas de Corinthians e Flamengo em todas as rodadas. Sem o clube paulista, a tendência é de que a empresa deixe de lado a intenção de buscar até mesmo o acordo com o Flamengo.

O Corinthians é o sexto clube a assinar com a Globo sem a intermediação do Clube dos 13, entidade que reúne os 20 clubes de maior torcida do país. O primeiro foi o Grêmio, que acabou sendo seguido por Goiás, Coritiba, Cruzeiro e Vitória.

Entre os clubes que estão na Série A do Campeonato Brasileiro e fazem parte do C13, Corinthians, Coritiba, Cruzeiro e Grêmio são os únicos até agora a já terem assinado com a Globo. Fluminense e Palmeiras devem ser os dois próximos a anunciarem seus acordos.

Com a assinatura do Corinthians, principal dissidente do C13 e do processo de venda coletiva do Campeonato Brasileiro, a tendência é que os demais clubes que participam do Brasileirão comecem a anunciar acertos com a Globo. Na última semana, Marcelo Campos Pinto, principal executivo da emissora, tem viajado para ajustar detalhes dos contratos com todos os clubes.

Fonte: Máquina do Esporte

Veja Mais:

  • Willians tinha contrato por empréstimo até o fim da temporada

    Willians se despede de companheiros e não joga mais pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Chapecoense está na Libertadores de 2017; Corinthians segue lutando por vaga

    Conmebol confirma título à Chape, e Libertadores-2017 terá ao menos oito brasileiros

    ver detalhes
  • Muricy atualmente trabalha como comentarista no SporTV

    Corinthians convidou Muricy Ramalho para ocupar cargo na base

    ver detalhes
  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes