Corinthians já tem investidor para pagar parte da multa de Paulo Henrique Ganso

Corinthians já tem investidor para pagar parte da multa de Paulo Henrique Ganso

Enquanto Santos e Paulo Henrique Ganso não se acertam sobre um novo contrato, o Corinthians mantém vivo o sonho de ter o craque para a disputa do Brasileirão.

Receba primeiro as notícias do Timão no seu celular!

O clube já encontrou um investidor disposto a pagar seis milhões de euros (cerca de R$ 13,7 milhões) para ajudar na negociação. Reuniões com a DIS, empresa que gerencia a carreira do meia, devem ocorrer entre esta terça e quarta-feira.

As conversas foram intensificadas nos últimos dias, quando as partes definiram a transferência do meia Bruno César – agenciado pela DIS – para o Benfica (POR).

– Realmente estão acontecendo conversas, mas não posso passar por cima do Santos. O problema é que ele (Ganso) quer ficar três meses no Brasil e ir embora. Ele está mais perto de um clube da Europa. Mas se tivermos a oportunidade, com respeito ao Santos, vamos tentar – afirmou o presidente Andrés Sanchez, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Como Ganso deseja ir logo para a Europa, uma transferência para o mercado nacional seria mais fácil para dobrar a resistência santista. Para o exterior, a multa rescisória é estipulada em R$ 102,8 milhões.

Para o Corinthians tirá-lo do Santos, é preciso desembolsar R$ 59,4 milhões, valor da multa para o mercado brasileiro. Destes, R$ 26,7 milhões – 45% dos direitos – ficariam para o Santos. O restante é dividido entre a DIS (45%) e o próprio meia (10%).

A proposta inicial do Corinthians foi de três anos de contrato, prontamente recusada. Ganso quer ir embora na próxima janela, em agosto, mas a DIS tenta convencê-lo a ficar até dezembro. Andrés topou o negócio, pelo retorno de marketing.

Assim como foi com Adriano, Ronaldo e sua agência de marketing esportivo, a 9ine, tentam ajudar o clube. O Fenômeno já fez uma oferta para gerenciar a imagem do craque.

Meia pode acionar Justiça do Trabalho

Mesmo que o Santos detenha apenas 45% dos direitos econômicos de Ganso, o clube que quiser comprá-lo deve depositar o valor da multa rescisória em sua totalidade na conta do clube praiano. Então, este deverá repassar o valor que cabe aos outros envolvidos no negócio.

A DIS poderia pagar sua parte para recebê-la depois. No entanto, com medo de represália e o risco de ter de brigar para ter o dinheiro de novo, a empresa cogita uma manobra: Ganso acionaria a Justiça do Trabalho para depositar a parte que cabe ao Santos (R$ 26,7 milhões, considerando a multa para o mercado nacional). Na ação, o meia declararia que vai abrir mão do restante do valor – 10% são dele e os outros 45%, da DIS.

Entenda o contrato de Ganso com o Santos

Divisão dos direitos
Ganso tem a carreira agenciada pela DIS, braço esportivo do Grupo Sonda, que detém 45% dos direitos econômicos. Outros 45% são do clube alvinegro e 10% pertencem ao próprio atleta.

Atual acordo
Em março de 2010, o meia renovou o contrato com o Santos. Seu salário foi aumentado para R$ 130 mil mensais e o vínculo foi prorrogado para fevereiro de 2015. As partes estipularam multa rescisória de R$ 66 milhões para o mercado nacional e de 50 milhões de euros (R$ 114,3 milhões) para a Europa.

Redução de valor da multa
Uma cláusula no contrato do jogador previa redução de 10% do valor da multa rescisória um ano após a assinatura. Ou seja, a partir de março deste ano os valores sofreram mudança: a multa para o mercado nacional passou a ser de R$ 59,4 milhões e R$ 102,8 milhões para o exterior. Esta é uma cláusula que consta no contrato da maioria dos principais jogadores do futebol brasileiro.

Corinthians já tem investidor para pagar parte da multa de Paulo Henrique Ganso

Fonte: Lancenet

Enviado por: Rodrigo Souza

Veja Mais:

  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes