Ganso e Kaká reforçam ligação com agência rival da 9ine, de Ronaldo

Ganso e Kaká reforçam ligação com agência rival da 9ine, de Ronaldo

Paulo Henrique Ganso e Kaká, entre outros, agora são atendidos pela agência de marketing esportivo Octagon, que criou um setor de gerenciamento de imagem de atletas. Para os atletas, não muda quase nada, já que eles seguem sob os cuidados de Diogo Kotscho, que já cuidava da carreira de ambos. A manobra, no entanto, reforça a ligação da dupla com uma empresa rival da 9ine, de Ronaldo, que já sondou os dois anteriormente.

“A ideia de me aliar à Octagon veio da necessidade de tornar o atendimento aos atletas brasileiros ainda mais profissional e globalizado. Poderemos manter consultoria personalizada e contar com uma estrutura presente em mais de 25 países para suporte aos atletas e seus patrocinadores”, disse Diogo Kotscho ao site Máquina do Esporte.

Não se trata de uma queda-de-braço entre as agências. Kotscho faz questão de dizer que a 9ine segue como uma possível parceira da Octagon caso tenha contato com alguma empresa interessada em patrocinar a dupla.

Sob a chancela da Octagon, que é ligada a grandes agências de publicidade como a McCann Eriksson, Diogo Kotscho seguirá fazendo assessoria de imprensa dos jogadores. Além disso, também cuidará da captação de patrocinadores para seus jogadores, como já faz atualmente, só que agora com o auxílio de uma estrutura maior e com braços em vários países europeus.

A proposta de trabalho é bem parecida com aquela oferecida pela 9ine. A ideia de Ronaldo, que é ligado a um grupo de publicidade (WPP) rival da Octagon, era cuidar da imagem de Kaká e Ganso, como já faz atualmente com o lutador de MMA Anderson Silva, por exemplo. Os dois preferiram não fazer um contrato de exclusividade com o Fenômeno, mas seguem abertos a possíveis propostas captadas pelo ex-jogador.

No caso de Ganso, a aproximação com Ronaldo foi vista como indício de uma possível ida do meia ao Corinthians. O jogador tem uma multa rescisória para clubes do exterior muito alta, enquanto o valor para equipes do Brasil é mais viável. Dessa forma, Ganso poderia usar o clube do Parque São Jorge como "ponte" para uma transferência para o exterior, especialmente para a Itália. O jogador, sua assessoria de imprensa e os dois clubes envolvidos negam a manobra.

Fonte: Fonte UOL

Enviado por:

Veja Mais:

  • As voltas do mundo em 40 anos

    [Wladimir] As voltas do mundo em 40 anos

    ver detalhes
  • Corinthians e Ponte empataram em 1 a 1 em duelo válido pela fase de grupos do Paulistão

    'Desacreditados', Corinthians e Ponte Preta abrem neste domingo final do Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Universidade Brasil firmou acordo com Corinthians para primeiro jogo da final estadual

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final do Paulistão; veja como fica a camiseta

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes