Gilmar Fubá é preso em flagrante em SP por furto de carro

Gilmar Fubá é preso em flagrante em SP por furto de carro

Por Meu Timão

Gilmar Fubá atuando pelo Red Bull

Gilmar Fubá atuando pelo Red Bull

Gilmar Fubá, que fez sucesso atuando pelo Corinthians, foi preso neste domingo na cidade de São Paulo. O ex-jogador pode ser acusado por furto ou receptação de um carro roubado e está detido no 41º DP da capital paulistana.

O flagrante aconteceu por volta das 17h30 deste domingo. Segundo a polícia, dois rapazes estavam em atitude suspeita em um carro na Vila Rica, bairro da Zona Leste de São Paulo, quando foram abordados por policiais.

Ambos disseram que o carro era de Gilmar Fubá, que estava em sua casa. Os policiais foram com os suspeitos até a residência do ex-jogador, que confirmou ser o proprietário do carro.

O problema é que o veículo em questão havia sido roubado em Curitiba. Gilmar Fubá foi preso em flagrante, segue sob custódia e agora aguarda a decisão do delegado para saber de qual crime será acusado.

Gilmar Fubá vem circulando entre clubes de menor expressão desde 2006, quando foi para o Noroeste. Desde então, passou por Red Bull Brasil (SP), Santa Helena (GO) e Juventus (SP), sem chamar atenção em nenhum deles. Recentemente, ele começou a participar dos jogos de showbol, modalidade disputada por ex-atletas em uma quadra indoor.

Fonte: UOL

Veja Mais:

  • Mais um herói na arquibancada de cima

    [Walter Falceta] Mais um herói na arquibancada de cima

    ver detalhes
  • Setor Norte da Arena Corinthians segue interditado para o início do Brasileirão

    Setor Norte da Arena segue interditado para Brasileiro; Corinthians pode ter dois clássicos 'vazios'

    ver detalhes
  • Pedrinho surge como opção para Jadson, que foi preservado do treino nesta quarta-feira

    Pedrinho é testado por Carille no primeiro treino com titulares antes de decisão

    ver detalhes
  • Guilherme foi empréstimo ao Atlético-PR

    Atlético-PR anuncia contratação do corinthiano Guilherme até 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes