Banco exige juros alto para repassar financiamento à Arena Corinthians

Banco exige juros alto para repassar financiamento à Arena Corinthians

Por Meu Timão

Alternativa após o Banco Votorantim se afastar das negociações, o Banco do Brasil ainda não chegou a um acordo com o Corinthians e Odebrecth para repassar o empréstimo do BNDES de R$ 400 milhões para a construção do Itaquerão. A negociação entre o clube, a construtora e o banco passa por um 'estresse tremendo', de acordo com um dos executivos que participa das conversas.

O Banco do Brasil exige remuneração considerada alta pela empreiteira e pelo clube para fazer o negócio --mais de 1%. Alega que os riscos da operação justificam a cobrança.

O BNDES não aceita dar o recurso para o fundo formado pela Odebrecht e pelo Corinthians para construir a arena. Só aceita liberar dinheiro para a própria empreiteira, sem o clube. Ou para um repassador confiável, como o BB --que, no entanto, também prefere assinar negócio só com a empresa, sem o Corinthians.
 

Fonte: Folha

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes