Com R$ 20 mil, documentário sobre Democracia Corinthiana está garantido

Com R$ 20 mil, documentário sobre Democracia Corinthiana está garantido

Por Meu Timão

Com mais de R$ 20 mil captados através de um site de financiamento coletivo de projetos, o documentário "Democracia em Preto e Branco" está garantido. A cifra mínima foi alcançada na última terça-feira, mas o período de doações segue aberto nos próximos nove dias.

"O sucesso nessa reta final é inesperado. Ainda temos mais alguns dias de captação e todo o dinheiro será investido para termos um filme ainda melhor e mais aprofundado. Agradeço desde já a todas as pessoas que contribuíram", disse o diretor Pedro Asbeg, parceiro do produtor executivo Gustavo Gama Rodrigues na empreitada.

O documentário foi tema de uma matéria da GE.Net no último dia 21 de julho. Na época, o diretor se mostrava pessimista, já que contava com R$ 15.585,00 de 84 doadores. Até a tarde desta quarta-feira, o projeto recebeu um total de R$ 20.455,00 de 114 incentivadores.

Do valor total arrecadado, 15% é destinado ao site que abriga o financiamento coletivo. Asbeg calcula gastar mais 10% com impostos, além de cerca de R$ 2 mil para confeccionar as contrapartidas e enviá-las aos incentivadores. "É bacana saber que o filme já está garantido, mas temos que continuar correndo atrás", disse o diretor.

A Democracia Corinthiana, liderada por nomes como Sócrates, Casagrande e Wladimir, marcou o começo dos anos 1980. O documentário se propõe a revisitar o período sob um espectro amplo, incluindo a campanha pelo voto direto e o surgimento do Rock Brasil.

A primeira parte do longa-metragem, com entrevistas com os protagonistas do movimento organizado no Parque São Jorge, foi produzida no segundo semestre do ano passado. A ideia agora é ampliar o foco e falar com artistas como Arnaldo Antunes, Rita Lee e Lobão, além dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva.

Para filmar a parte inicial do documentário, Asbeg diz ter investido aproximadamente R$ 10 mil em recursos próprios. O orçamento total do filme é estimado em R$ 350 mil. Desta forma, os produtores também procuram enquadrar a obra em leis de incentivo.

Com o mínimo de R$ 20 mil já captado, a segunda rodada de entrevistas deve ser realizada na metade do próximo mês de agosto. Em 2012, o filme começaria a ser editado. O Corinthians não está envolvido com a produção neste momento, mas Asbeg não descarta uma possível parceria com o clube no futuro.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes
  • Na última vez em que esteve na Arena, Timão derrotou o Grêmio Novorizontino

    Corinthians muda planos e marca treino para a Arena antes do Dérbi

    ver detalhes
  • Jadson contra o Água Santa no CT do Corinthians

    Jadson melhora, Carille vê chance de reestreia antecipada, mas não diante do Palmeiras

    ver detalhes
  • Guilherme pode perder clássico em Itaquera

    Opção no sábado, Guilherme vira preocupação para Dérbi; goleiro retorna

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes