Odebrecht confirma conclusão do estádio do Corinthians pra fevereiro de 2014

Odebrecht confirma conclusão do estádio do Corinthians pra fevereiro de 2014

Por Meu Timão

Caminhões trabalham na terraplanagem do estádio do Corinthians

Caminhões trabalham na terraplanagem do estádio do Corinthians

Foto: Gustavo Tilio

A previsão para o fim das obras no futuro estádio do Corinthians, em Itaquera, é para fevereiro de 2014. Em seu site oficial, dentro das respostas para perguntas frequentes, a construtora esclarece o prazo para que o provável palco da abertura da Copa de 2014 fique pronto.

- O prazo de execução é de 33 meses. As obras começaram em 30 de maio de 2011 e serão concluídas em fevereiro de 2014 - informa o site da Odebrecht.

Em recente visita ao Brasil, o secretário-geral da Fifa Jeróme Valcke já havia alertado quanto a esse prazo, um pouco maior do que a previsão inicial, que garantia o fim das obras em dezembro de 2013.

- Tivemos as confirmações sobre os estádios e eles devem estar prontos no final de 2013. São Paulo estou pensando mais no começo de 2014. Não temos problema nenhum em recebê-lo em fevereiro. Mas tem de ser fevereiro mesmo, não abril – afirmou Valcke, em recente visita ao Rio de Janeiro.

Além de esclarecer sobre o prazo para as obras, a Odebrecht faz outros esclarecimentos sobre o futuro estádio corintiano.



Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes
  • Luidy foi nomeado o melhor jogador do estado de Alagoas em 2016

    Reforço do Corinthians é eleito melhor jogador do ano em AL

    ver detalhes
  • Guilherme foi o destaque da atividade coletiva pelo segundo dia consecutivo

    Dupla volta, e Oswaldo vê time titular brilhar em treino do Corinthians; veja a escalação

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes