Sem clube há 14 meses, Gil recusa jogar na 4ª divisão e pode virar cartola precoce

Sem clube há 14 meses, Gil recusa jogar na 4ª divisão e pode virar cartola precoce

Por Meu Timão

Destaque do Corinthians entre 2000/05, Gil teve passagens frustrantes em outros times

Destaque do Corinthians entre 2000/05, Gil teve passagens frustrantes em outros times

Prestes a completar 31 anos, o atacante Gil, revelado pelo Corinthians em 2000 e com passagem pela seleção brasileira, está afastado do futebol há 14 meses, quando deixou o Flamengo. A oportunidade de voltar surgiu no União Mogi, clube da quarta divisão de São Paulo que planeja investir para ganhar espaço na mídia e se aproximar da elite estadual.

O principal objetivo da equipe de Mogi das Cruzes, cidade que fica a cerca de 60 km da capital, é contratar Gil para a Série B do Paulista (quarta divisão, depois da A-1, A-2 e A-3). Entretanto, o jogador reluta para voltar aos gramados e pode virar um dirigente precoce, segundo seu empresário.

“O projeto é muito bom, mas ele está decidido a não aceitar, por isso será uma espécie de gestor, para tomar conta do time profissional e da base e ajudar na divulgação. Ele tem nome e muitos contatos no futebol, é conhecido. É amigo, por exemplo, do Andrés Sanchez e do Edu Gaspar. Então pode marcar jogos-treinos no Corinthians e mostrar a garotada revelada em Mogi”, informou Alexandre Souza, amigo e representante de Gil.

Souza conversou com seu cliente no último final de semana, quando deixou combinado que o jogador virará cartola. Entretanto, o contrato não foi assinado, e a diretoria do União Mogi ainda espera convencer Gil a reforçar a equipe na quarta divisão.

“Gestor ele não será porque eu sou o gestor. O que ele pode ser é um parceiro nosso. Mas o meu maior interesse ainda é que ele jogue. Vamos conversar na sexta-feira, e quero ouvir da boca dele o que decidiu. Receber a proposta dele, ver como seria essa parceria” comentou Antônio Carlos Fusa, dirigente da equipe de Mogi das Cruzes.

Destaque do Corinthians entre 2000 e 2005, Gil formou com o lateral Kleber e o meia Ricardinho o melhor lado esquerdo do mundo, segundo definição de Carlos Alberto Parreira. Foi campeão paulista duas vezes, uma da Copa do Brasil e uma do Torneio Rio-São Paulo no Parque São Jorge.

Em 2005, se transferiu para o futebol japonês. Passou ainda por Cruzeiro, Internacional, Botafogo e pelo futebol espanhol, mas sem se firmar em nenhum lugar.

No Flamengo, atuou apenas em duas partidas. Seu vínculo se encerrou em junho do ano passado e não foi renovado na Gávea. A partir de então, largou o futebol.

Durante a carreira, sofreu com lesões e virou sucesso na internet por falar um palavrão ao vivo numa rádio mineira, após ser campeão estadual pelo Cruzeiro (ver vídeo abaixo).

Seu empresário diz que uma boa oferta de trabalho pode convencê-lo a voltar aos gramados. “Recentemente tivemos propostas do Oeste [de Itápolis] e do Santo André, mas ele não quis. Quando ele acertar para ser gestor do União Mogi, vamos deixar uma cláusula para poder jogar se aparecer uma proposta que ele goste, algo da Série B ou do Paulista, com pré-temporada para se preparar bem”, revelou Alexandre Souza.

Quem reforçará o União Mogi é o zagueiro Nenê, também ex-Corinthians. O beque de 36 anos disse que conversou com o atacante para tê-lo como companheiro de time.

“Liguei uma vez para ele, mas também não vou ficar enchendo o saco do cara. Lógico que seria interessante se ele jogasse, mas a decisão é dele”, afirmou Nenê.

Fonte: UOL

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes