Clássicos diretos não terão atenção especial da comissão, garante Tite

Clássicos diretos não terão atenção especial da comissão, garante Tite

Para aliviar o clima de pressão após a sequência de apenas duas vitórias nos últimos seis jogos, o Corinthians prefere tratar os clássicos com Santos e São Paulo, os próximos compromissos do time no Brasileirão, como normais. Na avaliação do técnico Tite, o equilíbrio entre todas as equipes é tão grande que não é justo agir com foco diferente.

- Nada de especial. Vamos estudá-los e fazer tudo o que temos de fazer como em qualquer outro jogo. Penso por etapas, jogo a jogo. Considero a partida contra o Fluminense um clássico também, por exemplo. A preparação é a mesma, envolve a rivalidade, mas nossos objetivos não serão mudados por causa disso - ponderou Tite.

No primeiro turno, o Timão empatou com o Peixe em 0 a 0 e bateu o São Paulo por 5 a 0, quebrando a invencibilidade do rival, então líder. O clube ainda não divulgou em seu site oficial a programação da semana. Treinamento, no entanto, somente na terça-feira. Como o duelo com a equipe de Muricy Ramalho está marcado só para o próximo domingo, o elenco ganhou folga nesta segunda.

Clássicos diretos não terão atenção especial da comissão, garante Tite

Fonte: Globo Esporte

Enviado por: Gustavo Gomes Pacheco

Veja Mais:

  • Universidade Brasil firmou acordo com Corinthians para primeiro jogo da final estadual

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final do Paulistão; veja como fica a camiseta

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes
  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes