Tropeços rivais ajudam, mas Tite se irrita quando ouve a palavra 'sorte'

Tropeços rivais ajudam, mas Tite se irrita quando ouve a palavra 'sorte'

Em 17 das 23 rodadas do Campeonato Brasileiro já disputadas, a liderança tem apenas um dono. Entre uma impressionante arrancada no início e alguns vacilos recentes, o Timão se segurou na ponta da classificação e se firmou como um dos grandes favoritos ao título. Tite não gosta nem de ouvir falar em sorte, mas o Alvinegro precisou da colaboração de alguns concorrentes para não perder o primeiro lugar na tabela.

Depois de abrir sete pontos para o segundo colocado ao atingir nove vitórias e um empate, com os 2 a 0 sobre o Botafogo, no Engenhão, o Corinthians passou a oscilar. Em quatro rodadas permitiu que algum adversário direto pudesse assumir a liderança. Mas contou com os vacilos deles para se manter na posição, mesmo em meio à pressão e os protestos da torcida.

O Timão chegou para a 16ª rodada com os mesmos 33 pontos do Flamengo, mas com vantagem no número de vitórias (dez a nove). O empate em casa por 2 a 2 contra o Ceará, porém, não foi problema. Apesar do vacilo, o Flamengo também bobeou ao repetir o placar diante do Figueirense, em Santa Catarina. O São Paulo, terceiro, com 31, ficou na mesma contagem frente ao Atlético-PR, no Morumbi.
Três jogos depois, mais uma oportunidade para os rivais derrubarem o Timão da liderança.

Novamente, não deu. O clube do Parque São Jorge, com 37 pontos, perdeu por 2 a 1 o clássico contra o arquirrival Palmeiras. Flamengo, com 35, e São Paulo, com 34, também vacilaram e não passaram de empates contra Vasco (0 a 0), no Engenhão, e Santos (1 a 1), na Vila Belmiro.

Acredito em trabalho, que a bola, lá na frente, vai bater e entrar, porque você trabalhou. Esse negócio de sorte me deixa puto"

A  21ª rodada foi outra que indicou o fim da hegemonia corintiana. No Couto Pereira, o Alvinegro foi superado por 2 a 1 pelo Coritiba e seguiu com 40 pontos. O Vasco, no entanto, fracassou e foi goleado por 4 a 1 pelo lanterna América-MG, em Sete Lagoas, ficando com 38. Já o Botafogo, terceiro na ocasião, com 37, teve o jogo diante do Santos transferido para 19 de outubro.

Os tropeços do Corinthians aumentaram a disputa pelo primeiro lugar. Outros três clubes foram a campo no último fim de semana com a chance de agarrar a liderança, mas também resolveram ajudar o Timão, que foi batido por 1 a 0 pelo Fluminense, no Rio de Janeiro, e ficou com 43 pontos. O São Paulo, com 41, perdeu por 1 a 0 para o Grêmio, enquanto o Vasco, com a mesma pontuação, ficou no 1 a 1 diante do Figueirense. O Botafogo, quarto, com 40, foi goleado por 5 a 0 pelo Coxa, no Paraná.

- Eu não acredito em sorte. Nunca acreditei e nunca vou acreditar. Ninguém faz 13 vitórias em 23 jogos por sorte. Ninguém é a melhor defesa e está entre as quatro equipes que mais fizeram gol por sorte.

credito em merecimento, em trabalho, em mau momento, em instabilidade e em aprender. Eu também não acredito em azar ou coincidência. Acredito em trabalho, que a bola, lá na frente, vai bater e entrar, porque você trabalhou. Esse negócio de sorte me deixa puto – discursou Tite.

Para continuar no topo da tabela, o Corinthians tem pela frente uma rodada complicada. O Timão enfrenta o Santos, domingo, às 16h, no Pacaembu. O Vasco recebe o Grêmio, sábado, em São Januário, enquanto o São Paulo pega o Ceará, no mesmo dia, no Morumbi. Já o Botafogo faz o clássico diante do Flamengo, no domingo.

Tropeços rivais ajudam, mas Tite se irrita quando ouve a palavra

Fonte: globo esporte

Enviado por: Igor de aquino lopes

Veja Mais:

  • Camisa que será usada na noite desta quarta-feira

    Corinthians divulga imagem do uniforme que será usado contra Palmeiras; confira

    ver detalhes
  • Com Balbuena e Pablo na defesa, Timão tenta derrotar arquirrival dentro de seus domínios

    Corinthians volta à Arena em primeiro teste de Carille contra Palmeiras

    ver detalhes
  • Fiel apoiou Timão no treino pré-Dérbi em Itaquera

    Fiel provoca rival na Arena: 'Você não vive sem a Série B'; assista

    ver detalhes
  • Bandeiras de mastro na Arena Corinthians

    'O melhor treino para o maior clássico do mundo', por Bruno Teixeira Rolo

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes