Crônica: Corinthians empata em 0×0 com o São Paulo no Morumbi

Crônica: Corinthians empata em 0×0 com o São Paulo no Morumbi

Corinthians entrou com a proposta de não perder, mas também de não vencer. Jogou recuado o jogo inteiro, fazendo linha de impedimento e tentando explorar as pouquíssimas chances de contra-atacar.

O primeiro tempo foi todo dominado pelo São Paulo, o Corinthians, sem meio campo dava chutões para frente e os nossos 3 atacantes, Emerson, William e Liedson, muito distantes uns dos outros não tinham aproximação para tentarem jogadas, com isso a bola sempre voltava ao controle São Paulino. Castán jogou apenas 30 minutos, não apoiou, foi mais um zagueiro pela esquerda mesmo e sentiu um problema na perna direita e foi substituído por Fábio Santos, que estava no banco, recuperado da cirurgia na clavícula (lesão sofrida no jogo contra o Santos no primeiro turno). O lateral entrou bem, no primeiro tempo não apoiou porque não lançaram a bola para ele, porque correr para receber ele correu, e no segundo fez certinho o seu papel, correu, marcou, tocou, passou, cruzou e o Emerson não definiu.

Paulinho, Ralf e Alex estavam em uma noite apagada, mas muito apagada mesmo. Alessandro estava com dificuldades para chutar a bola para frente. Em 3 oportunidades ele tentou fazer o difícil e entregou a bola para o adversário. Em jogo duro o fácil deve prevalecer. A defesa do Corinthians foi eficiente. O Paulo André fez uma excelente partida, acertou na linha de impedimento e soube dar o bote certinho nos atacantes, parecia até que estava com tempo de bola afiado e não esquentando o banco a um bom tempo. Wallace jogou bem, meio nervoso também mas soube dar os cortes certos. Perdeu uma bola na frente da área para o Lucas e quase o Corinthians sofre um gol por isso, mas foi só. Os dois lances de perigo no primeiro tempo (assim, nem tão perigo) foram com o Paulo André de cabeça em dois cruzamentos (Único jogador do Corinthians no momento que sabe fazer gols de cabeça).

O Emerson, dos atacantes foi o que mais participou, mas sem efetividade. Tentou cavar algumas faltas, fez outras, reclamou de lances que não precisava reclamar, enfim, manteve o seu jogo de sempre. Foi o jogador com a chance de gol mais clara do jogo. Sozinho, no meio da pequena área em um cruzamento perfeito do Fábio Santos (tão bom que parecia que ele jogou a bola com a mão) e o Emerson conseguiu cabecear para cima. O William não foi tão bem, deu um chute a gol, só que a bola bateu no Danilo e saiu na lateral. Perto da bandeira de escanteio. Estava tão visível a postura do Corinthians que no mesmo lance apenas o Danilo estava ali disputando a bola do arremesso lateral (que o zagueiro do São Paulo cobrou pro Rogério Ceni), o time todo já havia retornado ao campo de defesa.

Danilo entrou apagado e saiu apagado, mesmo porque, o time todo estava assim e ele não iria fazer tanta diferença. Liedson sentiu uma contusão e deu lugar ao meia. Jorge Henrique entrou no final do jogo, aos 40 minutos no lugar do Alex e não fez diferença no contexto da partida.

Hoje o Corinthians entrou com um objetivo, segurar o emprego do Tite, e conseguiu. O Time se defendeu bem, o Júlio César foi seguro em suas defesas e o meio de campo não jogou. O que importa é que depois de vários jogos saímos sem tomar gol. Não vencemos, porque em nenhum momento merecemos a vitória, mas não perdemos, também porque em nenhum momento o São Paulo mereceu vencer.

Agora, manter a mesma postura contra o Bahia não dá porque corremos o risco de nos distanciarmos muito da liderança da Tabela. O Vasco joga amanhã (contra o Atlético-GO em São Januário) e pode abrir 4 pontos.

O Corinthians não venceu, mas pelo menos não perdeu. Foi apático no ataque e guerreiro na defesa. Será que está voltando o espírito de luta do nosso Todo poderoso Timão?

Melhores em Campo: Júlio César e Paulo André!

Fonte: Chute sem Pulo

Enviado por: Juarez Turrini

Veja Mais:

  • Fiel apoiou Timão no treino pré-Dérbi em Itaquera

    Fiel provoca rival na Arena: 'Você não vive sem a Série B'; assista

    ver detalhes
  • Bandeiras de mastro na Arena Corinthians

    'O melhor treino para o maior clássico do mundo', por Bruno Teixeira Rolo

    ver detalhes
  • Kazim terá nova oportunidade como titular diante do Palmeiras

    Em treino aberto na Arena, Carille define novo Corinthians para clássico

    ver detalhes
  • Carille terá onze suplentes à disposição no clássico

    Jadson fica fora do Dérbi; veja lista de relacionados do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes