Causos de Gilmar Fubá transformam programa de Neto em atração humorística

Causos de Gilmar Fubá transformam programa de Neto em atração humorística

Por Meu Timão

Gilmar Fubá jogava pelo Corinthians em 1996

Gilmar Fubá jogava pelo Corinthians em 1996

Gilmar Fubá foi um dos convidados desta sexta-feira no programa vespertino “SP Acontece”. O ex-volante do Corinthians fez todo mundo gargalhar com uma série de causos da época em que ainda jogava. Confira a seguir uma breve seleção das histórias de Fubá, que deixaram o apresentador Neto desnorteado de tanto rir.

A BMW

“Quando fomos campeões mundiais pelo Corinthians, depois de dois dias, caiu R$ 190 mil na conta. Aí eu fui lá, passei o cartão, vi aquilo tudo de dinheiro, nunca tinha visto tanto na conta, e pensei: ‘Acho que depositaram errado’. Fiquei quietinho. Fui no banco e falei: ‘Quero tirar tudo isso de dinheiro’. Mas a mulher disse que precisava avisar com antecedência, essas coisas. Depois de cinco dias eu peguei uma mala, fui lá, peguei todo o dinheiro e fui comprar uma BMW. Cheguei lá de calção e havaianas, e disse: ‘Quero comprar aquela BMW’. O cara enrolou e perguntou como eu ia pagar. Abri a mala cheia de dinheiro e ele falou: ‘Fecha isso aí, fecha isso aí’. Paguei a BMW e levei embora. Chegou em São Mateus, não tinha nem garagem para ela. Minha mãe ficou preocupada e disse: ‘E agora, onde vai pôs esse carro?’. Eu disse para deixar ali na rua mesmo, mas a minha mãe foi dormir lá dentro. ‘Toma conta aí então’, eu falei. Eu tinha que descansar direito para treinar. Mas a BMW é confortável!”.

No Qatar

“Cheguei lá e não sabia falar árabe, não sabia nem falar português direito. Mas eu ficava quatro, cinco horas conversando com os árabes. O Osvaldo de Oliveira ficava doido comigo. No final, eu fui até o capitão do time, sem saber nada. Tinha um iraniano lá que aprendia fácil o português. E eu ensinava ele a falar português. Aí um dia eu tava no DM e ele perguntou o que eu tinha, eu falei: ‘migué’. Expliquei o que era migué para ele em português. E um dia ele tava deitado lá no DM, e chegou um fisioterapeuta brasileiro, que perguntou para o Osvaldo o que ele tinha: ‘Esse aí tá de migué’. O iraniano levantou e começou a dizer: ‘migué não!’”.

Evaristo de Macedo

“Fomos jogar contra a Inter de Limeira, estava eu e todo mundo no banco. E o Evaristo jogou no Barcelona, no Real Madrid, então para ele, ele é o melhor do mundo. E ele chegava lá e dizia: ‘Olha esse Vampeta, como ele pode ser jogador de seleção? Olha esse Rincón, esse Gamarra, eles são muito ruins!’. A gente só ria no banco. Aí ele olhou para nós no banco e falou: ‘Vocês estão rindo do quê? Vocês são reservas deles!’”.

Joel Santana

“Em 97, a gente estava para cair para a segunda divisão, com a batata assando, aí ele chamou todo mundo, mas só a comissão e os jogadores, disse que a diretoria ia ficar de fora. Então a gente estava sentado, ouvindo ele falar: ‘A culpa não é de vocês não, a culpa é da diretoria’. Mas o diretor chegou e ele não viu. Os caras estavam cutucando ele para falar que o diretor estava chegando. Quando ele olhou para trás e viu o diretor, ele disse: ‘A culpa é dessa diretoria, que contratou todas essas merdas aí’. Olha a pipocada que ele deu na hora”.

Mirandinha 1

“Antigamente a gente jogava o Campeonato Paulista no Parque São Jorge. Então, o alambrado fica pertinho do banco de reservas. E tinha uns torcedores chatos para caramba ali atrás. O Evaristo no banco e o torcedor: ‘Tira o Mirandinha, tira o Mirandinha!’. O Evaristo só quieto. ‘Tira o Mirandinha!’. Aí o Evaristo olhou para trás e falou: ‘Do jeito que eu estou sofrendo, você vai sofrer também’. Aí o Evaristo começou a gritar: ‘Faz cagada, Mirandinha, faz cagada, Mirandinha!’. E ele não tirou o Mirandinha”.

Mirandinha 2

Tem uma história dele engraçada de quando ele foi para Belém do Pará, jogar no Paysandu. Aí no jogo de estreia dele ele fez dois gols, o Mirandinha. Aí acabou o jogo e os caras falaram para ele: ‘Ô, Mirandinha, no jogo de estreia já fez dois gols, que prazer!’. E ele disse: ‘Para mim, é um prazer imenso fazer dois gols na terra onde Jesus nasceu, que é Belém’”.

Fonte: UOL

Veja Mais:

  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes