Jogadores do Timão fazem oração pela recuperação do filho de Montillo

Jogadores do Timão fazem oração pela recuperação do filho de Montillo

Por Meu Timão

Montillo com o filho Santino, que está internado

Montillo com o filho Santino, que está internado

Foto: Marco Antônio Astoni / Globoesporte.com

Após a vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, neste domingo, em Sete Lagoas-MG, o técnico Tite revelou que os jogadores do Timão fizeram uma oração para a recuperação do filho do meia Montillo, da Raposa. O garoto, de apenas um ano e sete meses, tem Síndrome de Down e foi operado com urgência no intestino na última semana.

- Nós rezamos por ele depois do jogo. Não lembro qual foi o jogador que falou sobre isso e fizemos uma oração. Não é pelo momento profissional, mas, sim, pelo lado pessoal. Que ele consiga superar isso – afirmou o treinador.

Principal jogador do Cruzeiro, Montillo perdeu um pênalti no segundo tempo e não conseguiu levar a Raposa ao empate diante do Timão. O jogador deixou o gramado chorando pelo momento delicado da equipe, ameaçada pelo rebaixamento, e pela difícil situação familiar.

Santino, filho do meio-campista argentino, continua internado em Belo Horizonte. O estado de saúde dele é considerado estável.

Fonte: Globo Esporte

Veja Mais:

  • Universidade Brasil firmou acordo com Corinthians para primeiro jogo da final estadual

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final do Paulistão; veja como fica a camiseta

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes
  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes