Advogado contesta simulação de Emerson, porém teme por ofensa

Advogado contesta simulação de Emerson, porém teme por ofensa

Por Meu Timão

Emerson já cumpriu suspensão automática

Emerson já cumpriu suspensão automática

O atacante Emerson terá que responder na tarde desta sexta-feira a duas denúncias no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) em virtude da expulsão na vitória sobre o Bahia. O que mais preocupa a defesa do Corinthians é o relato na súmula de que ele chamou o árbitro Evandro Rogério Roman de idiota e o ironizou com palmas assim que levou cartão amarelo.

"Essa é a grande preocupação. O árbitro está dizendo que foi chamado de idiota duas vezes. O Emerson diz que não teve intenção nenhuma de ofendê-lo. Ele achou que o árbitro errou na hora em que considerou a simulação de lesão", explica o advogado do clube, João Zanforlim.

Na partida em questão, disputada em 25 de setembro, Evandro Rogério Roman entendeu que Emerson caiu no gramado propositalmente - e não por estar com dores musculares na coxa direita, como depois foi dito - para atrasar sua substituição e ganhar tempo na vitória sobre o Bahia. Após aplicar amarelo, ele também deu o vermelho direto por alegar ter sido ofendido.

Em função da suposta simulação, houve denúncia no artigo 258 do CBJD ("assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva"), com pena prevista de uma a seis partidas. Já pela ofensa, ele foi denunciado no artigo 243-F, que prevê multa de R$ 100 a R$ 100 mil, além de mínimo de quatro partidas de gancho. Restando sete rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, ele corre risco de ser liberado para jogar somente em 2012.

"É a palavra do árbitro contra a dele", avalia Zanforlim, que levará ao Rio de Janeiro uma planilha do tratamento seguido Emerson desde aquela partida, além de uma carta médica que atesta a contusão por esforço muscular. "A simulação cai por terra aí. Ele não joga desde então, há cinco partidas. As duas primeiras por suspensão mesmo, mas depois pelos problemas musculares".

Justamente por estar recém-recuperado, Emerson não viajará ao Rio de Janeiro ao lado do advogado do Corinthians. Como já cumpriu automática pela expulsão, o camisa 11 alvinegro só ficará impedido de atuar nesta reta final se pegar pena superior a dois jogos de suspensão.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Fora dos planos do Timão, Cristian é alvo do Jorge Wilstermann

    'De canto' no Corinthians, dupla é procurada por clube boliviano que está na Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians e Chapecoense dividem liderança da atual edição da Série A

    Chapecoense vence e empata com Corinthians na liderança do Brasileirão; veja a tabela

    ver detalhes
  • Castán pertence á Roma, mas jogou a última temporada pelo Torino, também da Itália

    Com reunião agendada na Itália, pai de Castán não descarta retorno do zagueiro ao Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes