Em Uberlândia, líder Corinthians 'recebe' virtual rebaixado Coelho

Em Uberlândia, líder Corinthians 'recebe' virtual rebaixado Coelho

Por Meu Timão

Corintianos preferem não pensar em vantagem por jogar com maioria da torcida diante do último colo

Corintianos preferem não pensar em vantagem por jogar com maioria da torcida diante do último colo

Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressArte GE.Net

Com 75% da carga de ingressos destinada à sua torcida em Uberlândia, o Corinthians vai jogar como se estivesse em casa às 17 horas (de Brasília) deste domingo, diante do lanterna América-MG. Ainda que o mando de campo seja seu, o time mineiro, praticamente rebaixado para a segunda divisão, resolveu se mudar da Arena do Jacaré para o Parque do Sabiá para lucrar com a renda maior no Triângulo Mineiro.

Camisa 12 da equipe paulista, que aparece no topo da competição com os mesmos 58 pontos do segundo colocado Vasco, Alex nega que isso seja uma vantagem. 'Pode ter mais torcedor nosso e ser benéfico se a gente fizer um bom jogo. Mas se a gente não for melhor do que o América, vai acabar não vencendo. Temos que nos impor dentro de campo e construir nossa vantagem', disse o meia, que volta a ficar à disposição após ter sido vetado na rodada passada em função de dores musculares na coxa esquerda.

Com o desfalque da dupla de defesa, a parceria titular na zaga será composta por Chicão e Wallace, que jamais atuaram juntos. O primeiro não atua desde 18 de setembro, na derrota para o Santos. Depois disso, envolveu-se em polêmica ao pedir dispensa do clássico contra o São Paulo por saber quer iria para a reserva e perdeu espaço no elenco. O último, que sempre concorreu por posição com Chicão pelo lado direito da retaguarda, agora atuará na esquerda.

'O Wallace trabalhou muito pela direita, mas também já trabalhou pela esquerda, tem essa naturalidade. E já deu tempo de os dois treinarem assim também', minimizou o comandante.

Precisando de um milagre para evitar o rebaixamento para Série B, o América terá reforços importantes para o duelo deste domingo. O lateral direito Marcos Rocha volta de suspensão, e o zagueiro Anderson está recuperado de contusão. Em contrapartida, o técnico Givanildo Oliveira perdeu o lateral Gilson, expulso na rodada passada, em compromisso diante do Coritiba.

Questionado sobre a decisão da diretoria de mandar o jogo no Parque do Sabiá, o comandante americano afirmou que não foi avisado, mas que aprova a alteração de mando de campo. 'Eu não fui comunicado quando a diretoria tomou a decisão, mas sou a favor. Nós, inclusive, fizemos um dos nossos melhores jogos lá, contra o Santos, apesar de termos sido derrotados', disse.

O volante Amaral entende que a decisão de levar o jogo para o Triângulo Mineiro não significa que o América vai facilitar o trabalho do Corinthians. O jogador garante que a intenção do Coelho é somar três pontos e continuar a luta para escapar do descenso à segunda divisão nacional.

'Não ouvi ninguém falar que estamos facilitando para o Corinthians. Mas se falaram, digo que aqui não tem nenhum corintiano, até onde sei. Os motivos de o jogo ser em Uberlândia cabem à diretoria, não interessa para nós. Temos que jogar em qualquer lugar. Vamos para Uberlândia para conseguir uma vitória e manter nossas chances de fugir do rebaixamento', analisou.

Local: Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG)
Data: 6 de dezembro de 2011
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Julio Cesar Rodrigues Santos (RS)

AMÉRICA-MG: Neneca; Anderson, Micão e Everton; Marcos Rocha, Leandro Ferreira, Amaral, Fabrício e Carleto; Kempes e Fábio Júnior
Técnico: Givanildo Oliveira

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Wallace e Fábio Santos; Paulinho, Ralf e Alex; Willian, Danilo e Liedson
Técnico: Tite

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes