Tite perdoa queda de rendimento do Corinthians contra o Atlético-PR

Tite perdoa queda de rendimento do Corinthians contra o Atlético-PR

Por Meu Timão

Após um início arrasador contra o Atlético-PR, Corinthians foi acuado na defesa no segundo tempo

Após um início arrasador contra o Atlético-PR, Corinthians foi acuado na defesa no segundo tempo

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O Corinthians marcou dois gols em quatro minutos neste domingo, no Pacaembu. Não deixou o Atlético-PR jogar no primeiro tempo. No segundo, no entanto, viu o adversário marcar um gol, acertar a trave duas vezes e ameaçar a vitória por 2 a 1. Uma queda de rendimento normal, para o técnico Tite.

'Fazer um segundo tempo igual ao nosso primeiro é humanamente impossível. O Corinthians tinha atropelado e queria continuar agredindo, mas também deve saber administrar os momentos difícil. Na reta final do campeonato, aquele que mantiver equilíbrio em um jogo todo não é humano', ele perdoou.

Os jogadores do Corinthians não ficaram tão conformados como Tite. 'O Atlético-PR cresceu muito no segundo tempo, depois de a gente fazer um excelente começo de jogo. Eles marcaram um gol e nos complicaram. Nossa etapa complementar foi de esquecer', lamentou o meia Danilo. 'Houve sufoco, mas o mais importante foi a vitória', priorizou o zagueiro Leandro Castán.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Léo Jabá, marcado por Balbuena a imagem acima, está à disposição de Oswaldo

    Léo Jabá tranquiliza Corinthians após susto e está à disposição para jogo contra Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes
  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes