Adriano decide, Corinthians vence Galo e volta à liderança

Adriano decide, Corinthians vence Galo e volta à liderança

Por Meu Timão

Liedson marcou o primeiro gol do Corinthians. Jogo foi brigado!

Liedson marcou o primeiro gol do Corinthians. Jogo foi brigado!

Foto: Tom Dib

A vitória de virada por 2 a 1 do Corinthians sobre o Atlético-MG, neste domingo, no Pacaembu deu muito mais do que esperança à Fiel Torcida no Campeonato Brasileiro. Deu o sentimento de predestinação. Predestinação de Adriano, um Imperador ainda ausente, mas que entrou e, decisivo, fez o gol da virada aos 43 minutos. E predestinação da torcida, que se orgulha de ter suas conquistas no sofrimento.

Após um primeiro tempo morno, o Galo abriu o placar aos 10 do segundo. Liedson empatou aos 33 e Adriano fez o seu aos 43. A primeira grande façanha do Imperador fez a diferença: com o resultado, o Corinthians foi aos 67 pontos e voltou à liderança isolada, ao ficar dois à frente do vice-líder Vasco. O Atlético-MG se manteve na 14ª colocação.

A dois jogos do final da competição, o Corinthians pode até empatar uma das duas partidas que ainda ficará com o título. Resta acompanhar de perto o término da competição que vem tirando o fôlego dos corintianos.

Jogo duro

A proposta do Atlético-MG foi clara no primeiro tempo: um 4-5-1 a um só tempo cauteloso (por esperar os avanços do Corinthians) e perigoso (pela velocidade das saídas no contra-ataque) evidenciou o propósito do empate da equipe de Cuca, que adentrou a rodada quatro pontos acima da zona de rebaixamento, de buscar o empate contra o líder no Pacaembu. O Timão é que não transpareceu seu propósito no jogo.

Para um time que busca seu quinto título brasileiro, o Corinthians pouco fez para ganhar. A equipe perdeu-se na primeira linha de marcação adversária, na linha intermediária, e apenas em espasmos chegava ao ataque. A chance mais clara foi em chute de Willian, que passou rente à trave esquerda de Renan Ribeiro, mas foi só.

A obrigação de vencer em casa, na cartilha dos pontos corridos, se tornou dura de cumprir. O Galo levava perigo em suas descidas ao ataque, principalmente pelo lado direito, nas costas de Alessandro. Se o Atlético acertasse um pouco mais seus últimos passes poderia ter saído ganhando. Contudo, a decisão ficou para a segunda etapa.

À flor da pele!

As emoções estavam reservadas para a segunda etapa. O jogo seguia na mesma toada, com o Corinthians um pouco mais incisivo do que no primeiro tempo de jogo. Contudo, em uma falta, o Galo fez linda jogada ensaiada, em que Bernard lançou Richarlyson, que cruzou para Leonardo Silva completar de cabeça. A Fiel pareceu não ter sentido o gol, pois explodiu em cânticos de apoio à equipe paulista.

O golpe, porém, foi duro para o Corinthians, que demorou a se encontrar e buscava o jogo comum time do Galo ainda bem postado na marcação, mas que, aos poucos, afrouxava o laço e permitia o crescimento do Corinthians. Na reta final do jogo, Alessandro cruzou para Liedson que completou, sozinho de cabeça, para o gol.

Mas o fim era dele. Adriano, ainda fora de forma, havia entrado e pouco participava do jogo. Até que Emerson fez ótima jogada e lançou o Imperador na área. O atacante chutou cruzado e virou o placar, do jeito que o corintiano mais gosta. Vitória na raça e que dá moral para os dois últimos jogos do Brasileirão.

Próximos jogos

Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta o Figueirense, no Orlando Scarpelli. O jogo será no próximo domingo, às 17h. O mesmo horário da próxima partida do Galo, que recebe o Botafogo, na Arena do Jacaré.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 x 1 ATLÉTICO-MG

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 20/11/2011 - 17h (horário de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (Asp. Fifa/MT)
Auxiliares: Erich Bandeira (Fifa/PE) e Joadir Leite Pimenta (MT)
Renda/público: R$ 1.277.113,50 e 35.011 pagantes
Cartões amarelos: Alessandro e Paulo André (COR); André e Carlos César (ATL);
Cartões vermelhos:-
GOLS: Leonardo Silva, 10'/2ºT (0-1); Liedson, 33'/2ºT (1-1); Adriano, 43'/2ºT (2-1)

CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro, Paulo André, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo (Alex, 12'/2ºT) e Emerson; Willian (Adriano, 22'/2ºT) e Liedson (Wallace, 47'/2ºT). Técnico: Tite.

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro, Carlos César (Mancini, 29'/2ºT), Réver, Leonardo Silva e Rycharlyson (Triguinho, 30'/2ºT); Pierre, Fillipe Soutto, Serginho, Daniel Carvalho e Bernard; André (Neto Berola, 38'/2ºT). Técnico: Cuca.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes
  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Com Luan 'impossível', Timão deve voltar ao mercado para analisar outras opções à defesa

    Sem campeão olímpico, Corinthians monitora novas opções para zaga

    ver detalhes
  • Moisés, de 21 anos, foi um dos destaques do Bahia em 2016

    Destaque do Bahia, lateral faz parte dos planos do Corinthians para 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes