Tite se frustra com gol do Vasco: 'Puxaram meu tapete'

Tite se frustra com gol do Vasco: 'Puxaram meu tapete'

Por Meu Timão

Tite se disse frustrado por gol vascaíno

Tite se disse frustrado por gol vascaíno

Foto: Tom Dib

- Me deram uma bala juquinha, aquela que a gente usa e depois se engana (risos). Puxaram meu tapete.

Essa foi a sensação do técnico Tite nos minutos finais da rodada deste domingo. O Corinthians estava se tornando pentacampeão brasileiro até o Vasco marcar um gol sobre o Fluminense aos 45 minutos do segundo tempo e frustrar os planos alvinegros de garantir o caneco nesta rodada.

- A gente sabia que tinha o resultado paralelo. Equipe que quer ser campeão precisa ter o grupo mobilizado. Técnico precisa respeitar o atleta. Nessa semana vamos ficar trabalhando muito. Tem de merecer, tem de ser melhor - explicou Tite.

O treinador ainda deu maiores explicações sobre o porquê de te descido ao vestiário antes mesmo da confirmação do título. Tite lembrou do Campeonato Brasileiro de 1986 com o Guarani, quando teve de assistir o jogo ao lado de um diretor bugrino.

- Em 1986, fiquei com o Ricardo, diretor do Guarani, na hora dos penaltis. A gente perdeu o título e eu fiquei lá com ele. Mas eu queria ficar quieto e não podia porque tinha aquele baita diretor comigo. Não queria que acontecesse isso hoje - disse o treinador.

A decisão do título fica, portanto, para a última rodada do campeonato, quando o Corinthians enfrenta o Palmeiras, no próximo domingo. Para sagrar-se campeão, o Timão precisa apenas de um empate.

Tite cutucou o rival alviverde que, segundo seu presidente, Arnaldo Tirone, deve receber um 'bicho extra' para vencer o Corinthians. Para o treinador do Timão, é triste algum time se motivar apenas por 'ferrar' o adversário.

- É muito pobre o cara se motivar apenas para querer ferrar o adversário. Eu não tenho esse sentimento. Eu tenho sentimento de fazer um grande trabalho, conquistar o título, que é o sentimento do corintiano. Também fui técnico lá (Tite foi treinador do Palmeiras em 2006) um dia, tenho respeito. Não fico contente com a tristeza de uma outra equipe. Não fiquei feliz por ferrar o Figueirense hoje. Quero valorizar o nosso trabalho - disse.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes