Timão supera sensação 'quase' e comemora chance extraordinária

Timão supera sensação 'quase' e comemora chance extraordinária

Por Meu Timão

O Corinthians venceu o Figueirense no domingo passado e foi para a última rodada com chance ainda maior de conquistar novo título brasileiro. Ainda assim, o triunfo alcançado pelo Vasco nos minutos finais do clássico contra o Fluminense, que impediu o penta corintiano em Florianópolis, causou sensação de dificuldade maior para a última rodada, quando a equipe comandada por Tite precisará conquistar somente um ponto, porém diante de seu arquirrival, o Palmeiras.

'Essa sensação é talvez por ter ficado tão perto. Por tudo que aconteceu nesse final de semana, fica essa sensação', reconheceu o treinador, que rapidamente elevou a confiança. 'Na semana passada, não viramos as costas para a possibilidade de título, que poderia acontecer. Agora é a mesma coisa. Em relação aos números da semana passada, há uma diferença extraordinária'.

Das nove combinações possíveis de resultados nos jogos de Corinthians (diante do Palmeiras) e Vasco (que enfrenta o Flamengo), apenas um favorece o segundo colocado. Para ser campeã, a equipe carioca tem que sair vitoriosa no Engenhão e esperar triunfo palmeirense no Pacaembu. Nessa situação, o time paulista aparece com consideráveis 88,8% de chances de ser campeão.

Além disso, o Corinthians tem a seu favor algumas estatísticas. Nesta edição do Brasileiro, a equipe jamais perdeu duas vezes para o mesmo adversário (ou seja, tirou no mínimo um ponto de todos eles) - como foi derrotado pelo Palmeiras no primeiro turno, a esperança é manter esse retrospecto favorável de revanches. Outra curiosidade é que, desde que a competição passou a ser por pontos corridos, em 2003 nunca o líder foi diferente da penúltima para a última rodada.

Números, no entanto, não entram em campo. Por isso Tite ressalta a necessidade de se preparar bem para domingo, até porque o tempo não vai passar tão rapidamente. 'Demora mais', brincou o comandante, ao revelar que o diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves, fez o mesmo comentário na semana passada. 'Ele me disse que estava duro para dormir. Eu falei que também não estava conseguindo, mas que era para ele não falar nada para ninguém (risos)', encerrou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes
  • Na última vez em que esteve na Arena, Timão derrotou o Grêmio Novorizontino

    Corinthians muda planos e marca treino para a Arena antes do Dérbi

    ver detalhes
  • Jadson contra o Água Santa no CT do Corinthians

    Jadson melhora, Carille vê chance de reestreia antecipada, mas não diante do Palmeiras

    ver detalhes
  • Guilherme pode perder clássico em Itaquera

    Opção no sábado, Guilherme vira preocupação para Dérbi; goleiro retorna

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes