Paulinho escreve nome acima de Elias no Timão

Paulinho escreve nome acima de Elias no Timão

Quando Elias deixou o Corinthians, Jucilei surgiu como substituto. A solução durou pouco, pois o volante foi para o futebol russo. Eis então que apareceu Paulinho com força total. Ostentando a camisa 8, o jogador foi aos poucos conquistando a torcida de forma silenciosa. Num jogo, chegou até a bater a cabeça na trave, quando os torcedores perceberam que corria em suas veias o sangue corintiano. Com gols e boas atuações, foi uma das peças principais na conquista do Brasileirão. Resultado? Ninguém mais fala em trazer de volta Elias e apenas pede para que ele fique.

'Desde que o Elias saiu, em todos os jogos, eu conversei com ele. Sempre me deu apoio. Quando ele saiu, falou que eu o supriria à altura e deu certo. Até hoje converso com ele', comentou Paulinho ao MARCA BRASIL durante a tarde desta sexta-feira, em uma maratona de autógrafos no Centro.

O jogador participou de duas sessões de autógrafos em lojas oficiais do clube. Durante duas horas, atendeu aos fãs na Todo Poderoso do Brás. De lá, foi direto para o estabelecimento da Rua São Bento, onde ficou mais duas horas recebendo o carinho dos corintianos. Pedidos de fica Paulinho, felicitações pelo título brasileiro foram constantes. Uma nova vida graças ao título Brasileiro.

'Ainda não senti muito esta mudança, pois hoje é a primeira vez que saio após o título. Eu só tinha ido ao mercado na rua de casa. Mas é normal, o assédio para quem joga no Corinthians é assim', ressaltou o volante.

Se o assédio da torcida cresce, Paulinho também sofre com a procura de outros clubes. Representantes do Milan, da Itália, já vieram ao Brasil assistir seus jogos, mas o volante voltou a afirmar que seu desejo é continuar no Timão.

'Eu falei que fico, isso porque por enquanto não apareceu nada. Não existe proposta. O meu desejo é ficar', disse.

Cansado pela desgastante sessão de autógrafos, mas em especial pela longa temporada com a camisa corintiana, Paulinho ainda não quer pensar na Libertadores.

'Vamos falar de outra coisa, acabei de ser campeão brasileiro', brincou o jogador, que sabe da obsessão da torcida pelo torneio.

'Primeiro quero descansar um pouco, pela temporada que foi. Vou curtir o título e as férias com a família. Depois vamos ver o que será o ano que vem', completou o camisa 8, que elegeu a vitória sobre o Atlético-MG como a mais marcante.

'Ali vimos que seríamos campeões'.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Camacho e o pai Anizio Camacho

    Acidente em casa tira vida de pai de Camacho; mãe e irmão do jogador são hospitalizados

    ver detalhes
  • Atlético-PR e Coritiba preferiram não realizar a partida e enfrentaram o modelo tradicional do futebol

    Unidos, rivais peitam a Globo e acabam barrados pela Federação Paranaense

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade pode ser afastado nesta segunda-feira

    Linha do tempo e opiniões de conselheiros: tudo sobre o tema impeachment no Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians terminou a quarta rodada como líder do Grupo A

    Líder do Grupo A, Corinthians termina rodada um ponto atrás do líder geral

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes