FPF atende pedido da Globo e veta três estádios do Paulistão

FPF atende pedido da Globo e veta três estádios do Paulistão

O Campeonato Paulista de 2012 começa somente no dia 21 de janeiro, mas algumas disputas já agitam os bastidores. Nesta sexta-feira, a Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmou que três estádios estão vetados e, assim, não poderão receber os considerados times grandes, caso o jogo esteja na grade de transmissão da TV aberta. Os estádios vetados são: Amaros (Itápolis), Gilberto Siqueira Lopes (Lins) e Silvio Salles (Catanduva).

Em contato exclusivo com o Portal Futebol Interior, o chefe de arbitragem e responsável pelas liberações dos estádios, o Coronel Marcos Marinho confirmou que o pedido partiu da Rede Globo, emissora que detém o monopólio de transmissões do Estadual e que comanda a grande de jogos que serão transmitidos em canal aberto ou fechado.

'Nos jogos diante dos times grandes, a Globo vetou a utilização desses três estádios. Eles enviaram para cada clube uma série adequações que são necessárias para a liberação, mas até o momento somente estes três locais ainda não apresentaram as melhorias', disse Coronel Marinho.

Soluções!
Assim, os times estão correndo atrás de algumas soluções para o caso. O Oeste encontrou uma maneira eficiente financeiramente, mas que certamente desagrada seu torcedor. Na última semana, a diretoria do Rubrão confirmou que seus jogos contra São Paulo e Corinthians já não aconteceriam em Itápolis. Ao vender os direitos sobre as partidas, os empresários optaram em levar os confrontos para a cidade de Presidente Prudente.

'No caso do Oeste, eles já resolveram de uma outra maneira e as partidas contra os grandes serão em outro local, que não precisa de qualquer adequação por parte da Globo. Caso Linense e Catanduvense não procedam as melhorias, os jogos não irão acontecer em suas cidades', afirmou o Coronel Marinho.

Prazos!
Ainda de acordo com o Coronel Marinho, os clubes podem ainda apresentar as melhores dentro de um prazo maior. Segundo ele, a FPF acompanha o que determina o Estatuto do Torcedor. As alterações de acordo com os locais dos jogos devem acontecer, no máximo, com oito dias de antecedência. Apesar disso, o pedido deverá ser aprovado pela Globo.

'Existe o prazo mínimo para as melhorias que é até o início do campeonato (21 de janeiro), mas o clube pode fazer as mudanças até mesmo oito dias antes do jogo ? seguindo o Estatuto do Torcedor - contra o grande. Mas a Globo ainda vai ter que aprovar antes da liberação ocorrer', afirmou.

Diferença entre TV aberta e fechada!
O torcedor se pergunta: como pode o estádio estar inadequado para receber transmissão de TV aberta mas não de TV fechada? Questionado sobre isso, Coronel Marinho tentou esclarecer da melhor maneira possível os argumentos utilizados pela Rede Globo.

'O que acontece são as diferenças entre os equipamentos. Para um jogo de TV aberta é necessário uma série de equipamentos a mais, câmeras maiores, instalações mais amplas, etc... São todas aquelas 'parafenalhas' que se pede para atender melhor o público. No caso doa TV fechada isso é bem menor. Por isso existe essa diferença e quando o jogo não for contra um grande poderá acontecer normalmente em seus estádios', finalizou.

Assim, o imbróglio promete continuar e os clubes envolvidos irão ter que buscar alternativas viáveis para atender torcida, FPF e, principalmente, Rede Globo.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Jogadores usaram máscaras em brincadeira do Corinthians

    Em clima de Carnaval, Corinthians provoca e dá máscaras para Gabriel e Maycon

    ver detalhes
  • Thiago Duarte Peixoto será afastado dos gramados e passará por avaliação na FPF

    Após assumir erro, árbitro de Dérbi é afastado e passa por avaliação na FPF

    ver detalhes
  • Jogador não pediu desculpas a Gabriel em declaração

    Sem pedir desculpa, Tchê Tchê argumenta ter 'brincado' com Gabriel no Dérbi

    ver detalhes
  • Árbitros utilizaram o metrô em horário de pico nesta quarta-feira

    Árbitro foi à Arena Corinthians de metrô em horário de pico, acusa entidade; FPF rebate

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes