Guilherme 'balança' com Timão e quer aumento pra ficar na Lusa

Guilherme 'balança' com Timão e quer aumento pra ficar na Lusa

O empresário Wagner Ribeiro é enfático: a situação do volante Guilherme na Portuguesa ainda precisa ser analisada. A proposta formulada pelo Corinthians balançou o atleta, considerado um dos destaques da Série B do Campeonato Brasileiro de 2011.

Por isso, Wagner Ribeiro pretende procurar o presidente da Portuguesa, Manuel da Lupa, para uma conversa. 'O Guilherme não está feliz na Portuguesa com a realidade atual', comentou o empresário na noite desta quarta-feira, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Para Wagner Ribeiro, Guilherme merece, pelo menos, uma valorização na atual agremiação, caso não seja liberado ao Corinthians. Do lado da Portuguesa, a ordem é rejeitar, por enquanto, qualquer tipo de negociação.

'Existe uma proposta superior, então vou procurar o Manuel da Lupa. O Guilherme quer que o presidente reavalie a condição dele', explicou o agente.

O Corinthians prioriza para a temporada 2012 a contratação de um volante para a reserva de Ralf e Paulinho. Outro nome cogitado no Parque São Jorge é o de Neto Coruja, do Vitória, além de Cristian.

Guilherme 'balança' com Timão e quer aumento pra ficar na Lusa

Fonte: Veja

Enviado por: Bruno Silva

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes