Sem receber no Flamengo, Ronaldinho Gaúcho pode parar no Corinthians

Sem receber no Flamengo, Ronaldinho Gaúcho pode parar no Corinthians

O jornalista Fábio Azevedo, da 'ESPN', divulgou em seu Twitter (@fazevedoespn), na noite desta sexta-feira, que Assis, irmão e empresário do atacante Ronaldinho Gaúcho, afirmou que se o Flamengo não acertar com a Traffic o pagamento dos salários da estrela até segunda-feira, Ronaldinho deixará o Flamengo. E, segundo o agente do jogador, o destino mais provável é o Corinthians.

De acordo com Azevedo, Assis afirmou que se o Flamengo não se acertar com a empresa até segunda-feira, Ronaldinho irá embora do Flamengo. O Corinthians tem interesse em contratar o jogador e, inclusive, já teria procurado Assis para tratar de uma eventual negociação com o Dentuço. Assis concedeu uma entrevista à Rádio Globo na noite desta sexta-feira, confirmando que a situação de Ronaldinho Gaúcho no Flamengo não é nada cômoda.

Não seria a primeira vez que o Corinthians "passaria a perna" no Flamengo em relação a contratações. No fim de 2008, o clube do Parque São Jorge anunciou a contratação do craque Ronaldo Fenômeno mesmo com o jogador treinando na Gávea.

Sem receber no Flamengo, Ronaldinho Gaúcho pode parar no Corinthians

Fonte: Jornalista Fábio Azevedo - ESPN

Enviado por: Matheus Rodrigues

Veja Mais:

  • Pedrinho passa por trote e ataca de cantor na concentração do Corinthians

    Pedrinho passa por trote e ataca de cantor na concentração do Corinthians

    ver detalhes
  • Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho do Atlético-PR, citou o Corinthians para falar da grama sintética

    Veto à grama sintética faz presidente do Atlético-PR criticar cota de TV do Corinthians

    ver detalhes
  • Maycon e Léo Jabá, formados na base, encaram Brusque nesta noite

    Corinthians visita o Brusque para seguir na Copa do Brasil e manter embalo

    ver detalhes
  • Programa de sócios do Corinthians volta a ter 100 mil torcedores

    Corinthians atualiza número de sócios-torcedores e volta ao patamar de 100 mil

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes