Depois da Argentina, Corinthians quer filial na China e em Angola

Depois da Argentina, Corinthians quer filial na China e em Angola

As ambições do Corinthians de expandir sua marca pelo mundo ganhou força na segunda-feira com a parceria fechada com os argentinos do Santa Fé. E o próprio passo agora érealizar ação semelhante na China abrindo no país asiático uma filial do clube paulista aos moldes do que acontecerá na Argentina. A contratatação do meia-atacante Chen Zhizhao apesar de não concretizada é dada como certa. Com ele em campo e a provável repecussão na China, o clube poderá repetir a iniciativa argentina. Até uma filial em Angola, na África, está nos planos.

'O objetivo é tirar o Corinthians das fronteiras brasileiras, fazer essa paixão transbordar um núcleo de malucos e se aproximar dos torcedores de todos os continentes', disse Luís Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians

'A associação do Corinthians com a China tem tudo a ver, assim como a parceria com o Santa Fé. Os povos brasileiro, argentino e chinês têm gosto pela vida, é válido juntá-los', completou.

'O Chen está chegando. Detalhes são com o Edu (Gaspar, gerente de futebol)', disse Rosenberg. O jogador de 23 anos pertence ao Nanchang Hengyuan, da China e assinará contrato de empréstimo por dois anos. De acordo com o empresário responsável pela negociação, Flávio Pires, Chen deve chegar ao Brasil até o final desta semana. Devido ao feriado do Ano Novo chinês houve atraso na liberação do visto de trabalho do atleta.

O técnico Tite já declaro que não considera Chen Zhizhao é um 'reforço técnico', mas reconhece que terá de escalá-lo em alguns jogos para justificar o investimento do Corinthians em trazer o atleta. O cube pretende usar intercâmbios para bancar não só uma possível filiar do clube na China, como para bancar as obras do futuro CT da base do clube.

O Corinthians já tem dois parceiros que usam o escudo do clube e que dão prioridade aos paulistas em adquirir os jogadores com mais destaque. Além do Santa Fé, há também o Corinthians Paranaense, que revelou o volante Jucilei. Outras filiais estão nos planos. Rosenberg estuda parcerias em outros países da América do Sul.

'Colômbia, Venezuela, Paraguai... surgindo oportunidade, a gente vai. Estamos começando a mexer com Angola, mas é coisa para longo prazo', disse Rosenberg, candidato a vice-presidente na chapa de Mário Gobbi nas eleições de 11 de fevereiro. 'O Corinthians tem uma diretoria internacional que nunca foi utilizada. Se o eleitor quiser, essa será uma das marcas da próxima gestão, o Gobbi tem isso em mente', comentou o diretor.

As informações são do repórter Bruno Winckler, do iG

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes