Corinthians luta por vitória em Itu para ter 'gordura'

Corinthians luta por vitória em Itu para ter 'gordura'

Corinthians luta por vitória em Itu para ter 'gordura'

Corinthians luta por vitória em Itu para ter 'gordura'

O Corinthians busca a sua quarta vitória consecutiva no Campeonato Paulista, nesta quarta-feira, às 22 horas, contra o Ituano, para criar 'gordura' e iniciar a Copa Libertadores com força total. Essa é a estratégia traçada por Tite (foto). A estreia na competição continental será no próximo dia 15 contra o Deportivo Táchira, na Venezuela. Até essa data haverá quatro jogos pelo Estadual, contanto com o desta quarta, no estádio Novelli Júnior, em Itu.


A maioria dos titulares estará presente nesses jogos, exceto no último deles, contra o São Paulo. Como o clássico acontece a três dias do jogo contra o Táchira, a ideia é usar a maioria dos reservas por causa da longa viagem à Venezuela. A fórmula do Estadual favorece o Corinthians na hora de poder poupar atletas a partir da metade do fase de classificação.

Isso porque são oito os times que avançam às quartas de final, apenas os quatro primeiros tem vantagem de mando de campo na fase seguinte. No ano passado, o time que se classificou em oitavo lugar, a Portuguesa, conquistou 28 pontos na primeiro fase do Estadual.

O Corinthians, em 2011, avançou em terceiro, com 38 pontos. Mas praticamente disputou só o Paulistão porque foi eliminado na fase preliminar da Libertadores para o Deportes Tolima, da Colômbia.

'Queremos classificar entre os quatro primeiros, essa é a meta', disse Tite, que não quis projetar pontos para garantir vaga na próxima fase.

O que técnico não gosta de ouvir, da torcida e também da imprensa, é o termo poupar para justificar a ausência de alguns jogadores importantes. Exatamente o que irá acontecer nesta quarta com as saídas de Liedson e Emerson do time. Elton e Gilsinho formam a dupla de ataque.

Tite está contente com o desempenho da equipe nesses três primeiros jogos, em especial com que o time mostrou nas vitórias contra o Guaratinguetá e Linense. Ele disse que é complicado enfrentar adversários mais fracos não só porque eles estão há mais tempo se preparando. Mas porque jogam mais fechados e, segundo ele, o Corinthians joga melhor contra rivais que atacam mais.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Universidade Brasil firmou acordo com Corinthians para primeiro jogo da final estadual

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final do Paulistão; veja como fica a camiseta

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes
  • Corinthians encerrou preparação contra a Ponte Preta

    Clima bom, susto de Pablo e escalação do Corinthians: o último treino antes da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes