Titular de ocasião, Alex perde espaço, mas valoriza força do elenco

Titular de ocasião, Alex perde espaço, mas valoriza força do elenco

Alex, o mais caro reforço do Corinthians no último ano, não tem tido facilidade para se manter entre os titulares da equipe de Tite. Escolhido para iniciar a partida contra a Portuguesa, na quarta-feira, o meia foi substituído depois de atuação apagada e viu Ramírez, o jogador que entrou no seu lugar, marcar um gol e se destacar na vitória corintiana.

Para o meia que custou R$ 14 milhões ao Corinthians, o importante não é seguir sendo titular, mas sim, que a equipe continue vencendo, com ele ou sem ele entre os 11 preferidos do treinador corintiano, que tem mantido uma coerência para rodar seus jogadores escalando apenas os atletas que têm o aval do departamento médico e de preparação física para atuar com risco menor de lesão.

'Trabalhar com vitórias é o que todo mundo quer. No futebol não cabe mais só o individual. Se é assim não dá certo. O importante é ter um elenco inteiro preparado. Só assim se vence campeonatos', comentou o meia, que sofreu uma pancada na coxa no primeiro tempo da partida contra a Lusa e a partir dali, até sair para dar lugar a Ramírez aos 21 minutos da segunda etapa, pouco ofereceu ao time.

'Não vou botar culpa na pancada. Essa pequena dor não tem culpa dos meus erros. Estava 100%. Mas volto a dizer. Se não fizemos uma partida magnífica, foi uma ótima partida, consciente, tranquila. Dominamos e tivemos posse de bola. Aconteceram erros, mas é normal. O importante é dormir tranquilo', completou.

Alex terminou o ano de 2011 alternando partidas como titular e reserva, mas iniciou a temporada tendo Danilo como parceiro de meio campo na equipe principal. Após boa partida contra São Paulo, no último dia 12, na qual Alex não foi utilizado, Tite o sacou do time e iniciou a Libertadores, há uma semana, com o camisa 12 entre os reservas.

Contra a Portuguesa, Tite não pôde contar com Emerson e Jorge Henrique, o que abriu a oportunidade para Alex iniciar a partida. Com todos os jogadores à disposição, o meia de R$ 14 milhões pode não ter nova chance num curto espaço de tempo.

As informações são do repórter Bruno Winckler, do iG

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes