Timão tem chinês 'falsificado' para receber o original Zhizhao

Timão tem chinês 'falsificado' para receber o original Zhizhao

Se você pensa que Chen Zhizhao é o primeiro chinês do Corinthians, se enganou. E feio. É isso mesmo, o Timão já tem o seu oriental.

'Já tinha um chinês no Corinthians e ninguém sabia (risos)', ironizou Shih Chien Chan Junior com o MARCA BRASIL.

O simpático paulistano de 37 anos, neto de chineses, auxiliar da preparação física há dois anos, brincou que não quer perder o rótulo de o primeiro chinês do Timão, mesmo depois da contratação do atacante asiático Chen Zhizhao.

'Pode falar que sou o primeiro chinês. Mas, nas imagens, vão ver que não sou tão chinês assim (risos). Sou muito abrasleirado. Venho de uma família misturada. Meu avô é chinês, da mesma cidade do Zhizhao (Panyu, em Guangdong). Ele casou com uma brasileira, então não tem mais essa de falar mandarim, mas sigo um pouco da cultura chinesa em casa. Minha família sempre preservou isso e ainda mantemos contato com meus primos chineses', contou, em uma conversa descontraída com a reportagem, na qual revelou que crê na fácil adaptação de Zhizhao ao futebol brasileiro.

'Acredito que ele vá se adaptar facilmente. A China não é fácil para viver nem para um chinês. O povo chinês é um povo lutador, que vem de baixo e, por isso, tem facilidade para se adaptar', contou.

Faixa preta em jiu-jitsu, Shih Chien Chan Junior, mesmo com pouca ligação com o país oriental, ainda segue algumas doutrinas chinesas.

'A gente segue a educação, que é bem rígida. Com aquela ordem de sempre respeitar primeiro uma criança, para depois respeitar o idoso. E um pouco da alimentação também, sem aquela de comer coisas estranhas (risos)', contou.

Sem tanto contato com a língua chinesa, Shih fugiu da missão de ser o primeiro tradutor do atacante contratado. Mas fez uma proposta, pelo seu interesse em se aproximar mais da cultura de sua família.

'Na verdade, ele (Zhizhao) passou por aqui no clube e em uma conversa informal, brinquei que eu ensino português e ele me ensina chinês. Por meu avô ter casado com uma brasileira, não tive tanto contato com a língua do país', disse o auxiliar da preparação física, de 1,60m e 76kg, que garante: 'Futebol eu vou deixar com ele, luta é comigo (risos)'.

Por fim, satirizado pelos companheiros do clube por ser um falso chinês, Shih não tem ciúme do novo colega ‘paisano’.

'Não tenho ciúme. Ele pode ficar conhecido como o chinês do Timão (risos), até porque sou um chinês abrasileirado. O pessoal aqui não perdoa e me chama de chinês falso(risos).'

Reportagem de André Pires e Felipe Piccoli

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes