Tite calcula cada passo na hora de montar o Timão

Tite calcula cada passo na hora de montar o Timão

Cada passo dado pelo Corinthians na temporada é calculado. Tudo sob a supervisão do técnico Tite, que não gosta de ostentar a alcunha de ‘matemático’, pois futebol não é ciência exata. No entanto, ele não abre mão de analisar estatísticas, dados técnicos e percentuais físicos do grupo. Somando tudo isso, o professor chega ao resultado final para decidir quem vai jogar, qual o tipo de treinamento para cada atleta e o que a equipe precisa melhorar coletivamente.

'Nós conversamos com o departamento médico, físico, a direção e todos os atletas. Além da importância da sequência de partidas', explica o comandante sobre a fórmula adotada pela comissão técnica antes de decidir o time titular.

E foi somando o desgate da viagem até o México, mais o tempo de recuperação necessário e a intensidade dos atletas, que Tite já decidiu escalar uma equipe só de reservas contra o Comercial.

'Vai a equipe que jogou contra o Guarani, com a intenção de repetir o bom desempenho. O jogo contra o Comercial fica ligado com o jogo do Cruz Azul, não tem como', ressalta Tite, que calculou os riscos de perder algum titular no Paulistão para a Libertadores e decidiu preservar todos.

Além disso, o ‘matemático’ Tite sabe que o número de gols da equipe está deixando a desejar: são 19 em 16 jogos. Se o saldo ainda é positivo é porque a defesa segue se destacando pela eficiência. Afinal, o Timão só levou sete gols no ano. Mas o equilíbrio pode acabar se a equação mudar.

'Tem que melhorar realmente (os gols feitos). Tem que manter o nível de oportunidades criadas, mas tem que melhorar a eficiência', destaca o técnico.

Para aprimorar as finalizações, o comandante segue analisando as estatísticas. Elas demonstram que o time finaliza bastante, assim, a questão é melhorar a qualidade. Então, bola para todos os atacantes e treino de chutes a gol. Foi exatamente isso que os atletas que vão enfrentar o Comercial fizeram na atividade desta sexta-feira.

Com tudo anotado em sua prancheta e com reuniões constantes, Tite não dispensa os números, mas pede interpretação. Pois frio e cru, o fato de o Timão ser o primeiro colocado e ter a melhor defesa do Paulistão demonstra favoritismo total diante de um adversário que ocupa a última colocação e tem o pior ataque.

'É um elemento para ser analisado, mas que não representa tudo.'

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Fora dos planos do Timão, Cristian é alvo do Jorge Wilstermann

    'De canto' no Corinthians, dupla é procurada por clube boliviano que está na Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians e Chapecoense dividem liderança da atual edição da Série A

    Chapecoense vence e empata com Corinthians na liderança do Brasileirão; veja a tabela

    ver detalhes
  • Castán pertence á Roma, mas jogou a última temporada pelo Torino, também da Itália

    Com reunião agendada na Itália, pai de Castán não descarta retorno do zagueiro ao Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes