Corinthians refuta pressa em fechar naming right

Corinthians refuta pressa em fechar naming right

Por Meu Timão

Segue como mistério o nome da nova casa corinthiana

Segue como mistério o nome da nova casa corinthiana

O Corinthians não deverá apresentar o naming right de sua arena em breve, o que contradiz o discurso do ex-presidente Andrés Sanchez. Dias antes da eleição, em fevereiro, o dirigente afirmou à “Folha de S.Paulo” que o anúncio seria feito após 40 dias da posse do novo mandatário. As palavras endossaram o discurso do clube de que o negócio estaria fechado até o primeiro semestre deste ano.

À Máquina do Esporte, o vice-presidente do clube, Luis Paulo Rosenberg, ressaltou que não há nenhuma negociação avançada, e que o Corinthians não está preocupado com a questão. “Só agora é que nós vamos começar a negociar. A primeira prestação da construção só será paga daqui a três anos, então por que iríamos nos apressar?”, indagou.

O vice-presidente corintiano ressaltou que o trabalho de venda no naming right não é simples devido às variações para cada empresa interessada. Assim como o diretor de marketing do clube, Ivan Marques, já havia informado ao assumir o posto, em fevereiro, Rosenberg afirmou que cada proposta tem variados níveis de adaptação às necessidades apresentadas.

Além disso, outro fator que não ajuda o negócio ser fechado rapidamente é o alto valor. O Corinthians espera acertar um contrato de cerca de R$ 400 milhões em um período que pode chegar a vinte anos.

Patrocínio máster

Outro aporte que Rosenberg comentou foi o máster para a camisa. Segundo o dirigente, as conversas já estão mais adiantas, mas ainda não a nada perto de ser fechado. O contrato atual, com o Grupo Hypermarcas, se encerra em abril. “Ainda temos tempo”, insistiu o vice-presidente do Corinthians.

Fonte: Máquina do Esporte

Veja Mais:

  • Jogadores usaram máscaras em brincadeira do Corinthians

    Em clima de Carnaval, Corinthians provoca e dá máscaras para Gabriel e Maycon

    ver detalhes
  • Thiago Duarte Peixoto será afastado dos gramados e passará por avaliação na FPF

    Após assumir erro, árbitro de Dérbi é afastado e passa por avaliação na FPF

    ver detalhes
  • Jogador não pediu desculpas a Gabriel em declaração

    Sem pedir desculpa, Tchê Tchê argumenta ter 'brincado' com Gabriel no Dérbi

    ver detalhes
  • Árbitros utilizaram o metrô em horário de pico nesta quarta-feira

    Árbitro foi à Arena Corinthians de metrô em horário de pico, acusa entidade; FPF rebate

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes