Corinthians endurece com Adriano

Corinthians endurece com Adriano

O Corinthians não tem mais agendadas reuniões com os representantes de Adriano. Agora, espera que tudo se resolva nos tribunais, a não ser que o jogador aceite a proposta Alvinegra. Mas uma coisa irrita os dirigentes e não será aceita: uma possível acusação do atacante, com base no que ele disse a pessoas próximas, de que não foi tratado corretamente e usará isso para tirar R$ 4 milhões do clube por conta da rescisão do contrato.

Joaquim Grava, consultor médico do Corinthians que operou o tendão de Aquiles esquerdo de Adriano, se tornou amigo do jogador e vai ter uma "conversa franca" para mostrar que uma acusação dessas seria uma calúnia. E até se dispõe a ajudá-lo caso necessite, mesmo, de uma "cirurgia de reparo" no tendão.

Porém, vai fazer questão que Adriano confirme que tudo o que os médicos podiam fazer foi realizado no Corinthians.

"Fizemos todos os exames e foram perfeitos, sem problemas. Parece que ele sente alguma coisa, mas não é dor. Falei que faríamos mais exames para ver se o tendão precisaria de reforço. Não tem nada de cirurgia malfeita", disse Grava, à Band.

O médico irá para o Rio se encontrar com Adriano e José Luiz Runco, do Flamengo, que faz exames para ver se há necessidade de uma nova cirurgia.

"O Adriano fez uma cirurgia que tem só um tipo de técnica. E evoluiu. Achávamos que ele estava bem, pois não fazia queixa", afirma Grava, que sempre perguntou ao atacante sobre o fato de ele mancar e ouviu que era algo comum, desde quando defendeu a Roma na Itália.

Por seu laço fraternal com o jogador, Grava evita qualquer declaração que possa criar atrito. Mas já deixou claro que não admitirá, em hipótese alguma, que o departamento médico corintiano saia arranhado.

Se preciso for, usará a falta de responsabilidade do jogador para mostrar que ele mesmo é o culpado por não conseguir jogar.

O clube está com fotos e vídeos de Adriano com o pé no chão 15 dias após operar, num shopping no Rio, quando a ordem seria 45 dias sem pisar e dele dançando ainda com a botinha para proteger o local. Isso será utilizado para provar que a má cicatrização não foi culpa do clube. Além das faltas à fisioterapia.

Grava ainda tem como trunfo o fato de ter operado o atacante Rodrigão uma semana antes de Adriano e o jogador ter voltado a atuar cinco meses após a cirurgia com a mesma equipe médica.

Sem previsões. Enquanto Grava fala em ajuda ao Imperador, Runco evita falar de cirurgia, tampouco sobre o futuro de Adriano no momento.

Runco diz que não há como prever uma nova intervenção cirúrgica antes que todos os exames sejam realizados e analisados. O médico rubro-negro, e também da seleção brasileira, promete um posicionamento definitivo na semana que vem. "Estamos fazendo uma pesquisa completa, com vários exames laboratoriais, clínicos e de imagem. O que disserem até vermos os resultados é especulação."

O médico esteve com Adriano para uma conversa de uma hora na segunda-feira. Ontem, recusou-se a comentar se o jogador mancava. "Temos que ter tranquilidade. O Adriano não é um tornozelo, é um ser humano", argumentou Runco.

Corinthians endurece com Adriano

Fonte: Estadão

Enviado por: Genilson

Veja Mais:

  • Farfán foi companheiro de Guerrero na seleção do Peru

    Jornalista revela interesse do Corinthians em atacante peruano

    ver detalhes
  • Camisa a ser usada pelo Corinthians contra o Cruzeiro tem escudo da Chapecoense

    Em ação no Twitter, Corinthians exibe uniforme em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe feminina do Timão foi ao CT Joaquim Grava no início de novembro

    Corinthians renova parceria com Audax e confirma equipe feminina para 2017

    ver detalhes
  • Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    Castán posta foto com taça do penta e recebe pedidos para voltar; veja

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes