Em busca da grana, Nacional-PRY vai mandar jogo contra o Corinthians na fronteira

Em busca da grana, Nacional-PRY vai mandar jogo contra o Corinthians na fronteira

Os paraguaios do Nacional querem aproveitar ao máximo do confronto contra o Corinthians pela primeira fase da Libertadores da América por isso resolveu transferir a partida marcada para o próximo dia 11 de Assunção para Ciudad del Este, na fronteira do Brasil com o Paraguai

A partida foi confirmada pela Conmebol para acontecer no Estádio Antonio Oddone Sarubbi, que tem capacidade para 28 mil pessoas, que deve ser a grande maioria corintiana. O Corinthias, inclusive, já recebeu a confirmação do duelo no local e fará a preparação para o jogo na cidade de Foz do Iguaçu, na fronteira com o Paraguai.

Segundo o jornal Iguassu, o estádio passou por reformas no último ano e apresenta gramado e boas condições para realização da partida. Ainda, de acordo com a publicação, serão disponibilizados cerca de R$ 25 mil ingressos para os corintianos, o preço varia entre R$ 95 e R$ 190.

A partida é válida pela quinta rodada do Grupo 6 da Libertadores e pode selar a classificação do Timão para as oitavas de final do torneio continental. Para isso, basta uma vitória simples dos comandandos de Tite.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade concedeu entrevista nesta segunda no Parque São Jorge

    Após se livrar de impeachment, Roberto de Andrade sugere tentativa de golpe no Corinthians

    ver detalhes
  • Rodriguinho deve ser uma das opções para o Corinthians no BR-17

    Corinthians tem Chape e clássicos logo no começo; veja a tabela completa do BR-17

    ver detalhes
  • Patch que será usado pelos jogadores no Dérbi de quarta-feira

    Rivalidade à parte: Corinthians e Palmeiras se unem e usarão logo no clássico

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes