Cruz Azul empata fora e ultrapassa Corinthians na Libertadores

Cruz Azul empata fora e ultrapassa Corinthians na Libertadores

Com o 1 a 1, o time foi aos 8 pontos, igualando a pontuação do Corinthians no Grupo 6. Mas o time paulista é superado no saldo de gols, embora tenha jogado uma partida a menos.

O Deportivo Táchira, com três pontos, está eliminado e fará a última partida, ante o Corinthians, no Pacaembu, só para cumprir tabela na Taça Libertadores.

O terceiro colocado é o Nacional, do Paraguai, com quatro.

O Cruz Azul fecha a sua participação também em casa, contra os paraguaios. Os dois jogos acontecerão no dia 18 de abril.

O Táchira entrou em campo desesperado. Somente uma vitória livraria o time da desclassificação antecipada. Por isso, partiu para a pressão desde o início. Mas os donos da casa foram surpreendidos pela forte chuva, como na semana passada, quando enfrentaram o Nacional, do Paraguai.

Só que, desta vez, o aguaceiro durou pouco tempo e não chegou a estragar o gramado. E o time venezuelano seguiu atrás do seu gol. A primeira grande chegada foi aos 9min, quando Chacón recebeu na direita, mas errou o alvo.

Aos 20min, porém, o Cruz Azul não escaparia. Após uma roubada de bola no meio de campo, o Táchira saiu em contragolpe rápido. A bola foi lançada para Parra, que invadiu a área e chutou sem chances para Corona.

O gol potencializou a vontade dos donos da casa que continuaram a pressionar em busca de uma vantagem mais confortável. Chourio quase ampliou pouco depois.

A primeira boa jogada do Cruz Azul só foi sair aos 37min. Tabela entre Maranhão e Perea, mas Chacón apareceu na hora do chute e travou o disparo do jogador brasileiro.

A equipe mexicana percebeu que teria que passar a pressionar para conseguir o empate.

Aos 40min, Perea foi lançado nas costas da zaga venezuelana, mas na hora de bater, isolou a bola e desperdiçou a chance do empate. Dois minutos mais tarde, novamente bola para Perea, desta feita ele rolou para Omar Bravo, que bateu para fora.

O segundo tempo começou como terminou o primeiro: com os mexicanos pressionando. Christian Giménez bateu falta de longe, soltou uma bomba, mas Rivas espalmou.

Os dois voltariam a se encontrar minutos mais tarde, quando Arocha impediu chute com a mão dentro da área. Pênalti que Giménez cobrou, e novamente viu Rivas levar a melhor, desviando e mandando a bola na trave.

A perda da penalidade não abalou os mexicanos. Pouco depois, Côrtes cruzou na cabeça de Perea, mas o centroavante colombiano mandou por cima do gol.

O jogo caiu um pouco na metade do segundo tempo. O Cruz Azul trocava passes, mas sem produtividade, sem chances de gol. Já o Táchira estava fechado, só à espera de um contra-ataque para poder matar o jogo.

Os mexicanos seguiram na mesma toada e foram recompensados aos 38min. Giménez recebeu livre na pequena área e só teve o trabalho de empurrar para as redes vazias.

Depois da igualdade, o jogo ganhou emoção. O Táchira foi para cima buscando o gol, mas se expôs aos contra-ataques. Nos acréscimos, Perea cabeceou bola na trave. Mas foi só e o placar se manteve inalterado.

Cruz Azul empata fora e ultrapassa Corinthians na Libertadores

Fonte: Folha

Enviado por: Genilson

Veja Mais:

  • Wladimir será o mais novo colunista do Meu Timão

    Herói de 77 será colunista do Meu Timão

    ver detalhes
  • Dudu revelou que jogadores do Palmeiras tinham conhecimento de confusão feita pelo árbitro no clássico

    Atacante palmeirense diz por que não avisou árbitro de erro em expulsão de Gabriel

    ver detalhes
  • Jadson treinou nesta quinta-feira e não será problema para final no Moisés Lucarelli

    Jadson volta, e Carille ensaia escalação do Corinthians para primeira decisão do Paulista

    ver detalhes
  • Fiel esgotou bilhetes colocados à venda no Fiel Torcedor

    Em menos de uma hora, torcida do Corinthians esgota ingressos para decisão do Paulista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes