Cruz Azul empata fora e ultrapassa Corinthians na Libertadores

Cruz Azul empata fora e ultrapassa Corinthians na Libertadores

Com o 1 a 1, o time foi aos 8 pontos, igualando a pontuação do Corinthians no Grupo 6. Mas o time paulista é superado no saldo de gols, embora tenha jogado uma partida a menos.

O Deportivo Táchira, com três pontos, está eliminado e fará a última partida, ante o Corinthians, no Pacaembu, só para cumprir tabela na Taça Libertadores.

O terceiro colocado é o Nacional, do Paraguai, com quatro.

O Cruz Azul fecha a sua participação também em casa, contra os paraguaios. Os dois jogos acontecerão no dia 18 de abril.

O Táchira entrou em campo desesperado. Somente uma vitória livraria o time da desclassificação antecipada. Por isso, partiu para a pressão desde o início. Mas os donos da casa foram surpreendidos pela forte chuva, como na semana passada, quando enfrentaram o Nacional, do Paraguai.

Só que, desta vez, o aguaceiro durou pouco tempo e não chegou a estragar o gramado. E o time venezuelano seguiu atrás do seu gol. A primeira grande chegada foi aos 9min, quando Chacón recebeu na direita, mas errou o alvo.

Aos 20min, porém, o Cruz Azul não escaparia. Após uma roubada de bola no meio de campo, o Táchira saiu em contragolpe rápido. A bola foi lançada para Parra, que invadiu a área e chutou sem chances para Corona.

O gol potencializou a vontade dos donos da casa que continuaram a pressionar em busca de uma vantagem mais confortável. Chourio quase ampliou pouco depois.

A primeira boa jogada do Cruz Azul só foi sair aos 37min. Tabela entre Maranhão e Perea, mas Chacón apareceu na hora do chute e travou o disparo do jogador brasileiro.

A equipe mexicana percebeu que teria que passar a pressionar para conseguir o empate.

Aos 40min, Perea foi lançado nas costas da zaga venezuelana, mas na hora de bater, isolou a bola e desperdiçou a chance do empate. Dois minutos mais tarde, novamente bola para Perea, desta feita ele rolou para Omar Bravo, que bateu para fora.

O segundo tempo começou como terminou o primeiro: com os mexicanos pressionando. Christian Giménez bateu falta de longe, soltou uma bomba, mas Rivas espalmou.

Os dois voltariam a se encontrar minutos mais tarde, quando Arocha impediu chute com a mão dentro da área. Pênalti que Giménez cobrou, e novamente viu Rivas levar a melhor, desviando e mandando a bola na trave.

A perda da penalidade não abalou os mexicanos. Pouco depois, Côrtes cruzou na cabeça de Perea, mas o centroavante colombiano mandou por cima do gol.

O jogo caiu um pouco na metade do segundo tempo. O Cruz Azul trocava passes, mas sem produtividade, sem chances de gol. Já o Táchira estava fechado, só à espera de um contra-ataque para poder matar o jogo.

Os mexicanos seguiram na mesma toada e foram recompensados aos 38min. Giménez recebeu livre na pequena área e só teve o trabalho de empurrar para as redes vazias.

Depois da igualdade, o jogo ganhou emoção. O Táchira foi para cima buscando o gol, mas se expôs aos contra-ataques. Nos acréscimos, Perea cabeceou bola na trave. Mas foi só e o placar se manteve inalterado.

Cruz Azul empata fora e ultrapassa Corinthians na Libertadores

Fonte: Folha

Enviado por: Genilson

Veja Mais:

  • Líder desde a quinta rodada, Timão tem oito pontos a mais que o vice Grêmio

    Rival direto tropeça e 'gordura' do líder Corinthians volta a crescer

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel está autorizada a frequentar estádios

    Reunião determina retorno das organizadas do Corinthians aos estádios

    ver detalhes
  • Danilo deve retornar aos gramados após longa recuperação

    Corinthians faz nova substituição em lista de inscritos da Copa Sul-Americana

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel (colete) é opção para jogo de quarta-feira; Pedrinho deve iniciar no banco

    De 'chave virada', Corinthians inicia preparação para duelo decisivo com Patriotas

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes