Haja fôlego! Em treinos, jogadores do Timão já correram 11 maratonas

Haja fôlego! Em treinos, jogadores do Timão já correram 11 maratonas

O caminho do Corinthians para chegar até as oitavas de final da Taça Libertadores, contra o Emelec-EQU, foi muito maior do que o torcedor possa imaginar. O MARCA BRASIL teve acesso aos números dos treinamentos, até a terceira semana de abril, e descobriu que cada jogador do time titular correu, até o momento, aproximadamente 473 km durante todas as atividades, no CT Joaquim Grava. Com a distância, por exemplo, os principais jogadores do elenco conseguiriam concluir 11 maratonas (42,195 km cada) nos Jogos Olímpicos de Londres, que começam em julho.

Os números fazem parte de um vasto estudo semanal produzido pelo fisiologista do clube, Antonio Carlos Fedato Filho.

'A gente usa esse parâmetro para saber como estamos trabalhando a parte física de cada atleta e quanto eles estão treinando', disse Fedato ao MARCA BRASIL.

No relatório produzido pelo departamento físico, os jogadores do elenco corintiano estão divididos em três grupos: G1 (relacionados para as partidas), G2 (suplentes) e G3 (não relacionados).

'Cada grupo tem um tipo diferente de trabalho. Nós temos que ter um foco para cada um deles, porque, por exemplo, o grupo dois tem a mesma rotina que o um, porém, não tem o mesmo desgaste que os que jogam. Então, temos que intensificar os trabalhos de outra forma para recompensar', explicou Fedato.

Com o detalhamento preciso de cada treinamento no dia a dia, o departamento físico consegue avaliar o quanto cada atleta evoluiu de um treino para o outro. E mais: precisar o quanto cada jogador se recuperou do desgaste físico de um trabalho ou de um jogo.

'Essa dosagem de volume e a intensidade de esforço em treinos e jogos é um fator importante para evitar lesões e problemas físicos de desgaste. Com isso, a gente consegue quantificar o quanto podemos dar de carga de trabalho sem prejudicar ou colocar em risco o jogador', contou o fisiologista.

A ‘maratona’ de trabalhos para atingir a intensidade pedida por Tite determina o rumo da preparação para conquistar a América .

'O Tite se baseia muito nesses números para escalar o time, então, tudo isso faz parte de uma conquista', concluiu Fedato.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Fernando César (empresário), Roberto de Andrade, Pablo, Flávio Adauto e Alessandro em reunião

    Corinthians acerta permanência de Pablo; resta acordo com Bordeaux

    ver detalhes
  • Com derrota por 3 a 0 no placar agregado, Timão ficou com o vice do Brasileirão 2017

    Valente, Corinthians/Audax sofre nova derrota e é vice-campeão brasileiro de 2017

    ver detalhes
  • Walter não será liberado pelo Corinthians

    Corinthians bate o martelo e não libera Walter para o São Paulo; novo encontro no sábado

    ver detalhes
  • Meia sentiu a costela após dividida com Betão

    Jadson tem fratura constatada e desfalca Corinthians por um mês

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes