Menor de idade, Marquinhos não viaja com o Corinthians para o Equador

Menor de idade, Marquinhos não viaja com o Corinthians para o Equador

O elenco do Corinthians viajou nesta segunda-feira para Guayaquil onde enfrentará o Emelec, pela partida de ida das oitavas de final da Taça Libertadores, na noite desta quarta-feira, sem o zagueiro Marquinhos, menor de idade, que ainda precisa de autorização para sair do Brasil. O alvinegro paulista vai com objetivo bem definido para o Equador: 'Vamos dispostos a pressionar', afirmou o técnico Tite.

O comandante não esconde que a meta é buscar gol fora de casa, que é um critério de desempate importante nas fases de mata-mata da competição. 'Um gol fora de casa é muito importante. Prefiro voltar a São Paulo tendo perdido por 2 a 1, do que com um empate sem gols', afirmou Tite. No embarque para o Equador, os dirigentes do clube paulistas foram pegos de surpresa com a impossibilidade de o zagueiro Marquinhos viajar. Como não tinha a autorização dos pais, o embarque do atleta não foi autorizado.

Ainda na tarde desta segunda-feira, se regularizar a situação, o atleta embarca para Guayaquil, onde se juntará ao restante do elenco. O possível desfalque preocupou Tite, que já não terá Paulo André e Wallace na zaga, ambos contundidos. Sem Marquinhos - que foi inscrito no fim da primeira fase, no lugar de Adriano - o treinador não teria nenhum zagueiro reserva para atuar contra o Emelec. Quem não viajou com o elenco, foram o goleiro Julio César, barrado por deficiência técnica, e o atacante Liédson, que ficará em São Paulo aprimorando a parte física.

Segundo o próprio Tite adiantou, o Corinthians deve entrar em campo com Cássio no gol, Edenílson improvisado mais uma vez na lateral-direita. Chicão, Leandro Castán e Fabio Santos completando o setor defensivo. No meio-campo, o treinador pretende apostar na força e na velocidade, escalando Paulinho, Ralf, Danilo, Jorge Henrique e Émerson; enquanto William ficará isolado no ataque.

As informações são da EFE

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes