Nervoso, Corinthians só empata no Equador em noite de Cássio

Nervoso, Corinthians só empata no Equador em noite de Cássio

Equador - Um Corinthians tenso, irritado por um árbitro que distribuiu oito cartões amarelos e um vermelho para o time paulista, conseguiu um empate que pode custar caro para suas pretensões na Libertadores. Contra o Emelec, em Guayaquil, o Corinthians ficou no 0 a 0 em partida marcada pelo pavio curto dos corintianos potencializado pela tendência 'caseira' do apito do colombiano José Buitrago.

Leandro Castán, Danilo, Emerson, Edenílson, Willian e Chicão levaram um amarelo cada. Jorge Henrique também ganhou o dele, por reclamação, e recebeu o segundo seguido por um vermelho depois de falta no meio campo. Com um a menos em quase todo o segundo tempo, o Corinthians só conseguiu segurar o Emelec e constatar que Cássio tem plenas condições de ser titular do Corinthians.

O jogo de volta será na próxima quarta-feira, dia 9, no Pacaembu. Quem vencer passa para enfrentar o vencedor de Vasco e Lanús. Um empate com gols classifica os equatorianos. Enquanto o Corinthians terá uma semana de preparação para o jogo, o Emelec tem compromisso pelo campeonato equatoriano no sábado, contra o Universitário de Loja. O rival corintiano está em terceiro no torneio local.

O jogo

Com as mudanças no ataque (saiu Liedson e entrou Willian) e no gol (com Cássio na vaga de Julio Cesar), o Corinthians pouco ameaçou e também pouco sofreu na defesa no primeiro tempo. Na frente, foram apenas quatro finalizações, todas para longe do gol. Willian não conseguiu para ser o homem de referência no ataque. Se movimentou, correu para criar espaços, mas o esquema não deu certo.

Estreando na Libertadores, Cássio foi muito bem. Fez boas intervenções e como dissera na véspera, foi bem principalmente nas saídas do gol, fundamento que considera ser sua especialidade. O goleiro de 1,95m (10 centímetros a mais que Julio Cesar) foi muito seguro em todos

Muito nervoso, o Corinthians teve dificuldade para lidar com o juiz colombiano José Buitrago. Leandro Castán e Jorge Henrique foram os que mais se desentenderam com os critérios do árbitro e levaram os únicos cartões amarelos corintianos do primeiro tempo. Buitrago apitou 19 faltas nos primeiros 45 minutos (10 do Corinthians e 9 do Emelec) e irritou os visitantes por reverter as faltas. Jorge Henrique foi para os vestiários reclamando do colombiano.

E o camisa 23 insistiu nas faltas na volta do intervalo. Marcado pelo juiz, com quem discutiu no primeiro tempo e recebeu amarelo por isso, acabou fazendo falta tola no meio do campo impedindo contra-ataque do Emelec e foi expulso aos sete minutos do segundo tempo.

Aos 12 minutos, com o Emelec tentando se aproveitar do homem a mais, Tite mudou a formação corintiana ao trocar Willian por Alex e deixando Emerson totalmente isolado no ataque. Os donos da casa intensificaram a blitz para cima do Corinthians e aos 17, em falta cobrada por Valencia, a Cássio mostrou que também tem sorte. A bola explodiu no travessão.

Tite ainda tentou mudar o cenário apostando em Elton no lugar de Emerson e Alessandro no de Danilo. O 'Sheik' era caçado e como já tinha cartão amarelo poderia complicar a situação corintiana se recebesse um segundo amarelo. Danilo, diferente das outras partidas nesta Libertadores, foi nulo. Pouco fez.

Assim, Cássio foi salvando o Corinthians. O goleiro fez oito defesas na partida. O Corinthians teve apenas seis finalizações no jogo todo. Cinco foram para fora do gol e Dreer, goleiro do Emelec, fez apenas uma defesa em chute de Emerson 'Sheik'.

As informações são do iG

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes