Tite exalta Vasco e espera grande duelo na Libertadores com Corinthians

Tite exalta Vasco e espera grande duelo na Libertadores com Corinthians

Passado o trauma das oitavas de final da Libertadores, com a vitória por 3 a 0 sobre o Emelec, na última quarta-feira, o Corinthians já pensa no próximo adversário na competição. A equipe paulista fará agora um confronto brasileiro diante do Vasco, pelas quartas. Os dois times são velhos conhecidos e brigaram pelo título do Campeonato Brasileiro de 2011, quando o técnico Tite 'temia' os cariocas.


'Falei para o Elton e para o Ramon (jogadores do Corinthians, que atuaram no Vasco em 2011), até para o Ricardo Gomes, pelo telefone: a equipe que eu mais temia no ano passado era o Vasco. Era muita consistência, e tinha alma também. Teremos dois times com alma e com consistência fazendo um baita jogo', disse o treinador.

No que depender do retrospecto, a vantagem está do lado corintiano. O time paulista levou a melhor em todos os quatro confrontos eliminatórios que fez diante do Vasco - Copa do Brasil (1995 e 2009), Mundial de Clubes (2000) e Sul-Americana (2006) - e ainda vem empolgado por ter quebrado outro tabu. Desde 2000, quando passou pelo Atlético-MG nas quartas de final, a equipe não vencia um mata-mata de Libertadores.

Mesmo assim, todos no clube sabem que precisarão de muito esforço para passar pelos cariocas. 'Será um jogo difícil, um baita confronto. O adversário é muito bom, mas vamos brigar também', disse o meia Alex. 'Vamos estudar bem o Vasco para nos prepararmos bem. Agora é manter o bom jogo. A gente vai buscar ser melhor nas duas partidas', completou.

Problema inesperado
Apesar da boa vitória sobre o Emelec, o Corinthians ganhou uma preocupação: Edenilson, que sentiu um problema no pé direito ainda no primeiro tempo, foi substituído por Alessandro, deixou o Pacaembu de muletas e passará por exames. Há, inclusive, a suspeita de fratura.

Com o possível desfalque, Tite apontou a necessidade de ter todo o elenco preparado para atuar. 'É fundamental termos toda a equipe pronta. Assim como foi fundamental dar ritmo ao Alessandro. Precisa estar pronto e vai ser fundamental o atleta que entrar ser decisivo. Para isso precisa dessa preparação', comentou.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Centroavante Jô, 'Rei dos Clássicos', voltou a deixar o dele neste domingo

    Corinthians despacha São Paulo e vai à final do Paulistão contra Ponte Preta

    ver detalhes
  • Clayson, de 22 anos, interessa ao Corinthians

    Dirigentes do Corinthians confirmam interesse em atacante da Ponte Preta

    ver detalhes
  • Sem ser relacionado há seis partidas no Timão, Guilherme tem acerto encaminhado com o Atlético-PR

    Presidente confirma: Corinthians encaminha empréstimo do meia Guilherme

    ver detalhes
  • Jô foi eleito o melhor em campo no clássico deste domingo

    Jô, Pablo e Jadson brigam pela melhor avaliação nas notas da torcida

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes