Em mata-mata, Vasco é freguês do Corinthians

Em mata-mata, Vasco é freguês do Corinthians

O clássico brasileiro válido pelas quartas de final da Taça Libertadores da América, entre Corinthians e Vasco, que se iniciará na próxima quarta-feira (dia 16), em São Januário, e terminará no Pacaembu, no dia 23, já tem, ao menos no papel, um time que sai na frente: o Timão. Nas estatísticas gerais de confronto, o time paulista leva vantagem e, mais do que isso, quando o assunto é mata-mata entre a equipe do Parque São Jorge contra o Gigante da Colina, os paulistas são bem soberanos.

Até aqui, ao longo da história, Corinthians e Vasco jogaram quatro vezes em jogos de mata-mata e, em todas as oportunidades, o Timão levou a melhor. É claro que os números não entram em campo, mas isso é um alento e tanto para os torcedores e, também, para o técnico Tite trabalhar com o psicológico de seus jogadores.
A primeira vez que se encontraram em um mata-mata foi em 1995, pela Copa do Brasil. Na ocasião, os paulistas venceram no Rio de Janeiro (1 a 0) e também em São Paulo (5 a 0).

Cinco anos depois, em jogo único eliminatório, ambos se reencontraram na final do Mundial, maior título da história do Corinthians. E, mais uma vez, o Alvinegro levou a melhor, com vitória nos pênaltis, após empate por 0 a 0, no Maracanã. Depois, em 2006, na Sul-Americana, e em 2009, na Copa do Brasil, novas vitórias.

Agora, com este ótimo retrospecto, o Timão espera, mais uma vez, vencer o rival do Rio de Janeiro e seguir firme na luta pelo inédito título.

 'Se eu não tomar (gol), isso (a freguesia vascaína) continua', ressalta o goleiro Cássio.

Contudo, os corintianos não se veem como favoritos pelo simples fato de terem os vascaínos como fregueses.

'Queremos esse título de qualquer maneira. Sem dúvida será um grande clássico. E o Vasco valorizou muito a nossa taça do Brasileirão do ano passado (o time carioca foi o vice-campeão) pois, com aquilo, nossa equipe amadureceu. Nós temos total respeito por eles', enfatiza o lateral Fábio Santos.

Independentemente de números, Tite já sabe o que esperar dos confrontos na Libertadores: 'Vai ser um baita jogo.'
 

Reportagem de Felipe Piccoli e Juliano Macedo

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Fernando César (empresário), Roberto de Andrade, Pablo, Flávio Adauto e Alessandro em reunião

    Corinthians acerta permanência de Pablo; resta acordo com Bordeaux

    ver detalhes
  • Com derrota por 3 a 0 no placar agregado, Timão ficou com o vice do Brasileirão 2017

    Valente, Corinthians/Audax sofre nova derrota e é vice-campeão brasileiro de 2017

    ver detalhes
  • Walter não será liberado pelo Corinthians

    Corinthians bate o martelo e não libera Walter para o São Paulo; novo encontro no sábado

    ver detalhes
  • Meia sentiu a costela após dividida com Betão

    Jadson tem fratura constatada e desfalca Corinthians por um mês

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes