Em mata-mata, Vasco é freguês do Corinthians

Em mata-mata, Vasco é freguês do Corinthians

O clássico brasileiro válido pelas quartas de final da Taça Libertadores da América, entre Corinthians e Vasco, que se iniciará na próxima quarta-feira (dia 16), em São Januário, e terminará no Pacaembu, no dia 23, já tem, ao menos no papel, um time que sai na frente: o Timão. Nas estatísticas gerais de confronto, o time paulista leva vantagem e, mais do que isso, quando o assunto é mata-mata entre a equipe do Parque São Jorge contra o Gigante da Colina, os paulistas são bem soberanos.

Até aqui, ao longo da história, Corinthians e Vasco jogaram quatro vezes em jogos de mata-mata e, em todas as oportunidades, o Timão levou a melhor. É claro que os números não entram em campo, mas isso é um alento e tanto para os torcedores e, também, para o técnico Tite trabalhar com o psicológico de seus jogadores.
A primeira vez que se encontraram em um mata-mata foi em 1995, pela Copa do Brasil. Na ocasião, os paulistas venceram no Rio de Janeiro (1 a 0) e também em São Paulo (5 a 0).

Cinco anos depois, em jogo único eliminatório, ambos se reencontraram na final do Mundial, maior título da história do Corinthians. E, mais uma vez, o Alvinegro levou a melhor, com vitória nos pênaltis, após empate por 0 a 0, no Maracanã. Depois, em 2006, na Sul-Americana, e em 2009, na Copa do Brasil, novas vitórias.

Agora, com este ótimo retrospecto, o Timão espera, mais uma vez, vencer o rival do Rio de Janeiro e seguir firme na luta pelo inédito título.

 'Se eu não tomar (gol), isso (a freguesia vascaína) continua', ressalta o goleiro Cássio.

Contudo, os corintianos não se veem como favoritos pelo simples fato de terem os vascaínos como fregueses.

'Queremos esse título de qualquer maneira. Sem dúvida será um grande clássico. E o Vasco valorizou muito a nossa taça do Brasileirão do ano passado (o time carioca foi o vice-campeão) pois, com aquilo, nossa equipe amadureceu. Nós temos total respeito por eles', enfatiza o lateral Fábio Santos.

Independentemente de números, Tite já sabe o que esperar dos confrontos na Libertadores: 'Vai ser um baita jogo.'
 

Reportagem de Felipe Piccoli e Juliano Macedo

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Vidotto, Léo Príncipe, Bastos e Giovanni: quarteto não está nos planos em 2018

    Vetados do Paulistão e 'encostados': os nove jogadores que não devem ficar no Corinthians

    ver detalhes
  • Kazim destoou em goleada corinthiana sobre São Caetano; Neto 'pediu cabeça' do atacante

    Com até cutucada em Tite, Neto detona manutenção de Kazim como titular do Corinthians

    ver detalhes
  • Cristian recebeu homenagem do Corinthians no vestiário da Arena ao atingir 100 jogos pelo clube

    Sem clube, Cristian se despede do Corinthians: 'Sempre vou levar no coração'

    ver detalhes
  • Vital treinou como titular em primeiro esboço para quarta-feira

    Piscina para titulares e esboço com Vital para quarta: veja como foi a reapresentação do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes