Corinthians rejeita oferta de R$ 10 milhões da Roma por Castán.

Corinthians rejeita oferta de R$ 10 milhões da Roma por Castán.

10 mil visualizações 125 comentários Comunicar erro

O Corinthians recusou uma oferta de 4 milhões de euros por Leandro Castán

O Corinthians recusou uma oferta de 4 milhões de euros por Leandro Castán

A Roma está disposta a contratar o zagueiro Leandro Castán. A primeira oferta do clube italiano foi rejeitada pelo Corinthians: 4 milhões de euros (R$ 10 milhões). O clube paulista descarta fazer acordo por menos de 6 milhões de euros (R$ 15 milhões), além de assegurar sua manutenção até a disputa da Libertadores.

Apesar da negativa corintiana, a Roma segue disposta a adquirir o zagueiro de 25 anos. O Corinthians comprou mais 50% dos direitos do atleta no fim do ano passado, ficando integralmente com os direitos.

Castán tem contrato com o Corinthians até o fim de 2013. Um empresário italiano que vive no Brasil foi destacado pela Roma para intermediar a negociação. O Corinthians não confirma oficialmente a procura do time da Itália para não prejudicar o rendimento do clube na Libertadores.

Contratado pelo Corinthians em 2010, Castán iniciou sua fase no clube como reserva, se firmando como titular absoluto da defesa em 2011.

Fonte: UOL

Enviado por: Leonardo

Veja Mais:

  • Corinthians pode reencontrar Boca Juniors nas oitavas de final da Libertadores-2018

    Sete cascudos e um novato: os possíveis rivais do Corinthians nas oitavas da Libertadores

    ver detalhes
  • Rodriguinho lamenta oportunidade desperdiçada pelo ataque corinthiano

    Corinthians sufoca Millonarios, não é eficaz e perde na estreia de Loss

    ver detalhes
  • Seguro defensivamente e boa opção na frente, Sidcley foi eleito melhor do Corinthians

    Sidcley vai bem e Rodriguinho destoa: veja as notas dos corinthianos em derrota na Arena

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu a quarta partida na Arena em 2018

    Corinthians bate recorde negativo de derrotas na Arena numa mesma temporada

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes